CICLISMO

Minhotos em destaque no Encontro de Escolas no BTT XCO da ACRAP

O 22.º BTT XCO da ACRAP, que se realizou esta quinta-feira, marcou o regresso dos Encontros de Escolas de BTT ao Minho e foram muitos os jovens ciclistas minhotos que brilharam em Prozelo.

Na primeira prova do dia, na categoria de Iniciados, Duarte Martins (CC Barcelos/AFF/Flynx/HM Motor) e Samuel Gomes (Seissa/KTM-Bikeseven /Matias&Araújo/Frulact) estiveram em destaque ao colocarem-se na discussão da corrida.

Duarte Martins (CC Barcelos) cortou a meta na quinta posição, enquanto Samuel Gomes (Seissa) foi sexto, numa prova ganha por Tiago Nogueira, do Domarsa/Santa Cruz/Bicicastro.

De realçar ainda o desempenho de Rodrigo Lopes (CC Barcelos), que fechou o Top10.

Em femininos, Matilde Fernandes e Daniela Fernandes, da Seissa/KTM-Bikeseven /Matias&Araújo/Frulact, subiram ao pódio numa prova ganha por Matilde Correia, da Escola Ciclismo BilaBiker’s (que foi quarta da geral).  Matilde Fernandes foi segunda classificada e Daniela Fernandes terceira.

AFONSO SILVA TERCEIRO EM INFANTIS

Em Infantis, o destaque vai para Afonso Silva (Seissa) que cortou a meta na terceira posição, atrás do vencedor Diogo Maia, da AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde, e Pedro Martins (BilaBiker´s).

No top10 ficou ainda José Gomes (Seissa), enquanto Vasco Cunha Tomatubikers/Toyota-Macedo&Macedo, fez 12.º lugar e Rodrigo Assunção e Francisco Cardoso (CC Barcelos) terminaram em 14.º e 15.º lugar, respetivamente.

JOÃO RODRIGUES (MONÇÃO) TERCEIRO EM JUVENIS

Em Juvenis João Rodrigues, da Escola de BTT/CC Monção, fez terceiro lugar, atrás do vencedor Lucas Angélico, do Sabor do Norte/Escola Ciclismo BilaBiker´s, e Hugo Ramalho (Clube BTT Matosinhos).

Gonçalo Rodrigues, da Seissa, cortou a meta na quinta posição, enquanto José Cardoso (Tomatubiker´s) foi sexto e Diogo Almeida (SAERTEX Portugal/Edaetech) terminou em sétimo lugar.

Na prova de Pupilos/Benjamins, Tomás Vigário (Domarsa/Santa Cruz/Bicicastro) venceu a prova masculina, enquanto a sua colega de equipa Maria Nogueira subiu ao mais alto lugar do pódio em femininos.

Gabriel Cardoso (Seissa) e Rodrigo Ferreira (Póvoa Varzim/CDC Navais, foram ao pódio nos Pupilos/Benjamins.

Por equipas venceu o Sabor do Norte/Escola Ciclismo Bila Biker´s, somando nove pontos. A Seissa fez segubdo lugar e o Clube BTT Matosinhos foi terceira.

FILIPE SILVA (BILABIKER´S): “O QUE MAIS INTERESSA É O REGRESSO DAS COMPETIÇÕES”

“É sempre bom quando corre bem e ganhamos, mas isso é o que menos interessa… o que mais interessa é o regresso das competições, trazer os nossos miúdos às provas, às competições e Encontros. Isto é que são excelentes notícias e esperamos que seja para continuar”, disse Filipe Silva, responsável do Sabor do Norte/Escola Ciclismo BilaBiker´s, formação que venceu o BTT XCO ACRAP em Escolas.

Filipe Silva salientou que “Nós, Escolas de Ciclismo, temos tido um trabalho muito difícil…tentar motivar os miúdos, fazer de tudo para que eles não se percam e tem sido um trabalho muito duro nestes meses. Mas conseguimos manter os miúdos quase todos, conseguimos trazê-los e motiva-los e agora é ver a alegria deles em marcar presença nestes encontros tão importantes”,

“Claro que este recomeço é um bocadinho mais difícil para eles, mas com o tempo e com as competições voltam ao normal”

Apesar de tanto tempo longe do convívio e das provas, a Escola de Ciclismo BilaBiker’s conseguir manter o grupo quase todo… “durante o confinamento fomos fazendo treinos via zoom, com treinos individuais e mal foi possível começamos a juntar os atletas, tendo o cuidado de dividir por escalões. Mas tentamos fazer de tudo para que eles não se perdessem, não se afastassem do ciclismo e a verdade é que pouca ou nada perdemos. Temos aqui os miúdos todos, aliás temos cada vez mais e agora com as competições em andamento penso que as coisas vão regressar ao normal”.

Filipe Silva salientou “o grande trabalho da Associação de Ciclismo do Minho. É um exemplo nacional das Associações porque consegue mal,, seja possível ir organizando Encontros e as provas, o que agrada aos Clubes e faz falta aos atletas”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS