CICLISMO

Daniela Pereira e Beatriz Pereira no Gran Prémio Cidade Pontevedra

Daniela Pereira (Kiwi Atlantico-Louriña) e Beatriz Pereira (Bizkaia-Durango) participaram, no fim de semana, no Gran Prémio Cidade de Pontevedra, prova da Copa de Espanha feminina de Elites e Sub-23.

Numa prova dura e com um pelotão de luxo, a famalicense Daniela Pereira alcançou a 37.ª posição, percorrendo os 99 quilómetros de prova em 2:29:38 horas, gastando mais 2.29 que a vencedora, a alemã Ricarda Bauerfeind.

Beatriz Pereira, famalicense que está no seu primeiro ano de Sub-23, concluiu a prova no 43.º lugar.

DANIELA PEREIRA: “ESTOU FELIZ”

“A prova correu bem. O objetivo da equipa era ter atletas a pontuar, eu e outra colega conseguimos. Por isso, estou feliz”, foi assim que Daniela Pereira começou por abordar a sua participação na segunda prova da Taça de Espanha feminina.

A ciclista famalicense referiu que “agarrei-me sempre bem no pelotão. Nas duas subidas, de terceira categoria, do percurso ainda ganhei posições. Só que ainda sinto dificuldades em acompanhá-las a descer, mas já estou a trabalhar nisso…” e adiantou que “essa é a vantagem de me meter em campeonatos mais competitivos… Se me mantivesse por aqui, ainda achava que descia razoavelmente bem”.

Daniela Pereira salientou a vantagem “de trabalharmos como equipa e isso ajuda sempre a mantermo-nos mais bem posicionadas”, mas “quando se compete com equipas continentais, não há muito mais a fazer”.

“É BOM TESTAR OS LIMITES E PERCEBER QUE CONSEGUIMOS SEMPRE MAIS”

Tem sido uma grande aprendizagem esta aventura por Espanha? “Sim, e uma das aprendizagens mais importantes é que lá eu tenho muitos momentos em que penso ‘se elas não abrandam, eu não aguento’, e depois percebo que apesar de elas não abrandarem, eu aguento”.

“É bom testar os limites para perceber que conseguimos sempre mais, e isso é o que mais me motiva. É perceber que consigo, e que quando não consigo, como no caso da técnica de descida, tenho sempre em mente que vou conseguir melhorar”.

Fotos: Nuno Vieira Fotografias

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS