CICLISMO

Carina Viana (Bombos S. Sebastião): “vou dar o meu melhor”

“Esta será a primeira prova esta época. Tenho a noção que não é para isto que tenho trabalhado e que poderei ter alguma dificuldade, mas vou dar o meu melhor”, foi assim que Carina Viana, do MonçãoBike/ LusoPrint/ Bombos S. Sebastião, começou por abordar a sua participação na 1.ª Maratona BTT Vila de Darque, que se realiza domingo.

A atleta, que se divide entre a Estrada, onde alinha na Academia Ciclismo de Paredes, e o BTT, ao serviço do Bombos S. Sebastião diz que “esta é uma prova que serve para ganhar experiência e quem sabe até pode servir de incentivo para participar em mais provas desta vertente esta época”.

NÃO TENHO MUITA EXPERIÊNCIA NO BTT E ISSO GERA ALGUM NERVOSISMO”

Carina Viana referiu que “não tenho muita experiência no BTT e isso gera algum nervosismo. Aceitei o convite da equipa de forma a encarar novos desafios. Acredito que o BTT contribui muito para a Estrada e é esse o meu objetivo ao fazer estas provas”.

O facto da Maratona decorrer perto da tua zona, leva-te a ficar mais nervosa? “Sim, muito. O facto de saber que pode existir público conhecido, faz com que me sinta mais pressionada a fazer o melhor e a não falhar e isso deixa-me ansiosa”.

“O MEU FOCO É A ESTRADA”

Carina Viana já está a preparar a nova época há alguma tempo e até já realizou ou estágio ao serviço da Academia de Ciclismo de Paredes… “O meu foco é a Estrada e é para a Estrada que me tenho estado a preparar. A preparação tem corrido bem e sinto que vou evoluindo aos poucos. Tivemos em estágio há cerca de três semanas e foi positivo”.

Quanto a objetivos… “Primeiro quero estar à altura de superar os objetivos da equipa e ajudá-la em tudo o que for necessário. Depois também tenho objetivos próprios. Não gosto de criar muitas expectativas porque nada corre como nós esperamos, mas estou a trabalhar para evoluir e conseguir estar no meio das melhores, conseguindo posicionar-me no melhor lugar possível”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS