CICLISMO

Ricardo Gonçalves continua no UC Ponte Barca: “para evoluir e aprender com os melhores”

“É mais uma oportunidade de evoluir e aprender com os melhores…não é todos os dias que se tem a oportunidade de pedalar com um Campeão Nacional e Vice-Campeão do Mundo”, foi assim que Ricardo Gonçalves começou por abordar a sua continuidade na União Ciclista de Ponte da Barca.

Ricardo Gonçalves, natural de Paredes de Coura, parte para a nova temporada com o objetivo “principal de estar, novamente, no Campeonato Nacional e fazer melhor que este ano” e acrescentou que “para as restantes provas os objetivos passam por ajudar a equipa no que for preciso”.

O ciclista da UCPB já retomou os treinos, mas salienta que “esta fase do ano é mais tranquila. Para já é desfrutar da bicicleta e aproveitar para fazer outras atividades. Tenho feito alguma corrida e competições de Trail. Em janeiro começo a preparar a nova época de Ciclismo”.

“ÉPOCA REPLETA DE SUCESSOS PARA A EQUIPA”

Que balanço faz da época finda? “Foi uma época repleta de sucessos para a equipa que é o mais importante. Tenho orgulho de fazer parte de alguns desses momentos” disse Ricardo Gonçalves, que adiantou que “a nível pessoal foi mais uma época enriquecedora e de muitas aprendizagens para o futuro”.

Ricardo Gonçalves, a alinha na equipa de Master 30, entrou para o Ciclismo sem grandes ambições competitivas… “O Ciclismo, inicialmente, surgiu apenas como uma forma de perder peso e fazer alguma atividade física. Mais tarde e com a participação em algumas competições o ‘bichinho’ pegou e ficou…tornou-se uma paixão”, disse Ricardo Gonçalves.

Afirmando que “o Ciclismo de Estrada é a vertente que mais gosto”, Ricardo Gonçalves lembrou como ingressou na UC Ponte Barca: “apesar de ser um courense, estou ‘emprestado’ a Ponte da Barca desde 2016. Foi quando me comecei a dedicar mais ao Ciclismo e a participar em alguns eventos. Posteriormente, surgiu o convite para representar a UCPB e não podia recusar a oportunidade de fazer o que mais gosto junto dos melhores.”

O EXEMPLO ALBERTO AMARAL

Ricardo Gonçalves tem como colega de equipa o Campeão Nacional e Vice-Campeão do Mundo de Contrarrelógio de Master 50, Alberto Amaral… “ele é uma inspiração e um ótimo exemplo”.

Podemos ver o Ricardo a lutar pelos pódios e títulos como ele, não só esta temporada, mas no futuro? “Isso para mim seria a ‘cereja no topo do bolo’, mas tenho noção das minhas capacidades e sei que para lá chegar há um longo caminho a percorrer…se vou conseguir ou não, só o futuro dirá”, disse o ciclista minhoto, que salientou que “para um futuro próximo espero continuar a evoluir nesta modalidade. Desfrutar da bicicleta e das competições”.

Ricardo Gonçalves divide-se entre a paixão do Ciclismo e o trabalho e refere que “conciliar as duas coisas é o problema de todos os atletas amadores, por vezes é mesmo complicado conciliar tudo”, e adiantou que “no verão aproveito muitas vezes o bom tempo e faço o meu treino na ida e volta para o trabalho, mas quando se gosta de treinar conseguimos encontrar sempre forma e tempo”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS

Quer promover o seu evento?
Contacte-nos...