BASQUETEBOL

SC Braga ambicioso para a nova temporada

“Desenvolver uma identidade ‘Gverreira’, aproximar o clube da cidade e aumentar o número de praticantes e treinadores envolvidos” são os grandes objetivos do SC Braga para a época 2021/22, garantiu José Miguel Moura, coordenador da secção de Basquetebol do SC Braga.

O clube bracarense já regressou aos trabalhos e com uma vontade redobrada em fazer mais e melhor em todos os escalões e por todos os atletas, ao mesmo tempo que quer reaproxima clube e cidade depois de dois anos em que a pandemia não permitiu que os adeptos se deslocassem ao pavilhão.

Com algumas alterações, quer a nível das equipas técnicas, quer a nível de atletas, o SC Braga parte para a nova época com as metas bem definidas….

SENIORES MASCULINOS APOSTADOS NA SUBIDA À PROLIGA

“A meta da equipa Sénior masculina é a subida de divisão”, disse José Miguel Moura, que salientou que o clube mantém a mesma vontade e determinação da época passada – em que esteve na luta pela subida até à última fase -, mas com algumas alterações…

“Há alterações na equipa. Fizemos uma aposta clara em jovens formados por nós”, referiu aquele responsável, que explicou que “a aposta é nos jogadores que já cá estavam e nos que pertencendo aqui, estavam a jogar fora. Juntamos um grupo para construir uma equipa de homens habituados a ganhar e a lutar em todos os minutos de treino e jogo. Queremos que esta equipa seja o espelho da identidade Gverreira”.

O SC Braga avança este ano com a equipa de Seniores B e José Miguel Moura refere que “queremos potenciar a equipa B de Sub-18, criando um espaço para novas oportunidades competitivas. Queremos captar e desenvolver atletas para formar jovens com potencial para chegar a equipa A”.

José Miguel Moura acredita que ao apresentamos uma equipa com mais jogadores formados em ‘casa’ “temos uma base mais sólida e estável que nos pode permitir alcançar outro patamar e chegando lá competir com todas as outras equipas”.

“JÁ COMEÇAMOS A VER ALGUNS RESULTADOS”

Apesar da paragem dos campeonatos, a secção de Basquetebol do SC Braga nunca parou. Tendo feito, por exemplo, demonstrações em algumas escolas/colégios e os resultados começam a surgir… “Já começamos a ver alguns resultados. São experiências incríveis e que aproximam o SC Braga da cidade e das suas pessoas e divulgam a modalidade”.

O clube arrancou os trabalhos com o Open Week, iniciativa que bateu todas as expetativas: “as expetativas eram muito boas e correu muito bem. Logo primeiro dia ficamos muito satisfeitos. Começamos com os nossos mini – gverreiros e penso ter sido muito positivo”.

“COMPETIR A APRENDER E DIVERTIRMO-NOS COM A COMPETIÇÃO”

Quanto à Formação, o SC Braga volta a contar com todos os escalões. Qual o objetivo principal?

“Temos diferentes objetivos para os diferentes escalões. Primeiro e transversal a todos passa por competir a aprender e divertirmo-nos com a competição”.

Nos escalões de Sub-12 e Sub-14 “temos o claro objetivo de criar uma boa base de aprendizagem, proporcionar atividades competitivas e aumentar número de praticantes”, disse aquele responsável, que quanto aos Sub-16 referiu: “em femininos temos uma equipa maioritariamente de primeiro ano e pretendemos desenvolvê-las técnica e taticamente para em breve termos uma equipa competitiva a nível nacional”.

“Nos Sub-16M temos uma equipa, maioritariamente, de segundo ano e vamos ser extremamente competitivos a todos os níveis em que participar, sendo que temos ambições por competir a nível nacional com as melhores equipas”.

Quanto aos escalões de Sub-18/Seniores B e Sub-19 femininos, José Miguel Moura salientou que “temos alguns objetivos em comum como formar uma boa base para as equipas Seniores do futuro, e tornar estas equipas mensageiras da nossa identidade ‘Gverreira’. Do ponto de vista competitivo a equipa de Sub-18M irá ser uma equipa com uma palavra a dizer no panorama nacional”.

ATLETAS CHAMADOS ÀS SELEÇÕES

Apesar de ter sido um ano diferente, o SC Braga conseguiu ver alguns atletas chamados aos treinos, estágios e até Challengers da Seleção Nacional. Passa também por aí o crescimento do SC Braga? São atletas (principalmente a Ana e o Filipe) que podem servir de referência na Formação no clube?

“Estas chamadas enchem-nos de orgulho e são obviamente referências para todos nós. Exemplos de trabalho e dedicação. E nada melhor que termos referências internas. O SC Braga tem tido uma presença regular nas seleções nacionais e isso traduz o bom trabalho da secção, agora temos de continuar e melhorar”, afirmou José Miguel Moura, que garante que “queremos mais, queremos formar mais e melhor e já temos mais atletas nesses patamares… é uma questão de tempo até aparecerem no panorama nacional”.

Fotos: SCB

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS