CICLISMO

David Vaz no Epic Race Pontevedra de 300 kms

David Vaz participa sábado no Epic Race Pontevedra, prova de BTT com 300 quilómetros e 8.500 de acumulado em formato non stop.

O ciclista de Viana do Castelo, que domingo fez segundo lugar na primeira prova da Taça de Portugal de XCM, diz-se preparado para a dura prova de Pontevedra.

“Esta é uma prova, como costumo dizer a quem me pede concelhos, que não é para se fazer, é para se ir fazendo etapa a etapa”, começou por afirmar David Vaz, que salienta que “é uma prova que exige muita preparação e força mental. A partir dos 200 quilómetros acho que é o mental a funcionar”.

É também um desafio pessoal? “Exatamente, é uma prova que nos desafia…se bem que este ano já sei para o que vou e já vou com mais ritmo competitivo”.

Na edição do ano passado, David Vaz terminou na segunda posição em Elites masculinos e quando questionado o que pretende fazer este ano, o ciclista de Viana do Castelo referiu “veremos o que consigo fazer. Vou pensar etapa a etapa e logo se vê”.

SEGUNDO DA MARATONA DE CASTRO DAIRE

David Vaz participou domingo na primeira prova da Taça de Portugal de Maratonas e alcançou a segunda posição.

O ciclista vianense manteve-se na luta pela vitória que decorreu em Castro Daire e ficou satisfeito com a forma como decorreu a prova… “a idade vai passando, mas continuo a ser bastante competitivo na classe rainha, que é a Elite”.

Quanto à prova em si considerou que “foi uma Maratona bastante dura e rápida, não havia zonas de descanso” e adiantou que “esteve muito calor e isso desgastou mais”.

David Vaz referiu que “foi bom voltar à normalidade. A concorrência estava com muita vontade de competir e mostrou-se bastante forte. Entrei para a prova com o objetivo de chegar ao pódio e consegui”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS