CICLISMO

Diogo Costa (Tensai) no ‘Nacional’ de Contrarrelógio para superar os limites

Diogo Costa, da Tensai/Sambiental/Santa Marta, vai participar no Campeonato Nacional de Contrarrelógio Individual, que se realiza no dia 19 em Castelo de Vide, com o objetivo de superar os seus limites.

“O principal objetivo para o Contrarrelógio é dar o meu melhor. Vou tentar superar os meus limites”, começou por afirmar Diogo Costa, que acrescentou que “vou ainda aproveitar para relembrar o que é competir em 2020, pois já não temos competições desde inícios de março, a última corrida foi em Barroselas e já tenho saudades daquele sentimento”.

Diogo Costa junta-se assim a Leonardo Mendes, que já tinha assegurado a presença na prova de Castelo de Vide, aproveitando o facto de ter lá família. A Tensai/Sambiental/Santa Marta já anunciou que não vai estar presente como equipa devido aos elevados encargos financeiros que isso acarreta e à falta de apoios por parte da Federação Portuguesa de Ciclismo. De qualquer das formas não impede os atletas de marcarem presença na prova.

“TEMOS DE APROVEITAR TODAS AS OPORTUNIDADES QUE NOS SÃO DADAS”

Diogo Costa referiu que “desde o desconfinamento que todos esperamos o regresso da competição e temos de aproveitar todas as oportunidades que nos são dadas e que são possíveis de realizar nesta altura”.

Quanto ao contrarrelógio, o ciclista de Ponte de Lima, explicou que “é uma vertente do ciclismo que me cativa, por ser uma constante batalha contra os nossos limites”, de resto “tenho treinado bastante com foco no contrarrelógio. Tenho treinado sempre com os meus colegas de equipa, pois treinar acompanhado é diferente, é mais motivante e não torna os treinos tão monótonos”.

LEONADOR MENDES TRANSMITE INFORMAÇÕES

Diogo Costa tem aproveitado também para saber mais sobre o percurso do Contrarrelógio com Leonado Mendes “tenho treinado com o Leonardo desde que voltou de Castelo de Vide, pelo que ele diz o percurso é bastante duro ao longo dos 17 km, mas, principalmente, nos quilómetros finais. É aí que se vão fazer as grandes diferenças”.

Afirmando que “é sempre bom ter alguém que conheça o local e nos ajude em algo que possamos precisar”, Diogo Costa diz-se motivado: “como é normal a motivação para treinar agora é bem maior visto que já há um objetivo. Até agora não havia e treinava apenas para não perder a forma. Neste momento treino com o foco no contrarrelógio”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS