CICLISMO

Armada Minhota no ataque à camisola de Campeão de Fundo em Sub-23

O Minho está representado por vários ciclistas na prova de Fundo do Campeonato Nacional de Ciclismo de Estrada em Sub-23, que se realiza este sábado em Paredes.

Entre os vários ciclistas minhotos destacam-se os estreantes Pedro Silva (Campeão Nacional de Juniores que alinha a Rádio Popular – Boavista), Marco Marques (Sicasal), Diogo Almeida (EFAPEL), César Costa (Santa Maria da Feira) e Daniel Dias, atleta que não sendo do Minho representou a Seissa na época finda e hoje enverga as cores da Sicasal.

Com mais experiência no escalão e muita ambição de fazer uma boa prova participam ainda na prova de Fundo José Dias (Fortunna/Maia); Hélder Gonçalves e Pedro Miguel Lopes (Kelly/InOutBuild/UDO), Vinícios Rodrigues (Rádio Popular-Boavista), Henrique Martins (ACDC Trofa/Trofense), João Salgado (JVPerfis – Cultural Gondomar).

JOSÉ DIAS “É DIFÍCIL ESTABELECER OBJETIVOS SEM COMPETIÇÃO”

José Dias, ciclista de Barcelos que alinha no Fortunna/Maia, parte confiante para a prova de Fundo do Campeonato Nacional. O ciclista barcelense diz-se preparado, mas refere que é difícil traçar objetivos sem competição.

“Acho que estou preparado para a corrida, embora esteja sem competição há bastente tempo. Treinei bem e espero encontrar-me à altura dos adversários, mas isso só a estrada o dirá“, disse José Dias, que acrescentou que “tivemos o contrarrelógio no dia cinco de julho, que não me correu muito bem devido a uma queda que sofri numa curva apertada, mas foi apenas um contrarrelógio, não se compara a uma prova com mais de quatro horas“.

José Dias referiu que “é difícil definir objetivos quando não tenho corridas nestes últimos meses, mas já ficaria satisfeito com um top20”.

HENRIQUE MARTINS “SINTO-ME PREPARADO”

Henrique Martins, ciclista de Viana do Castelo que enverga as cores do ACDC Trofa/Trofense, tem como primeiro objetivo terminar a corrida e depois “logo se verá”.

“Terminar a corrida para mim já é bom, mas se conseguir fazer um bom lugar ainda melhor” disse o jovem de Viana do Castelo, que no ano passado participou nos Campeonatos Nacionais pela Tensai/Sambiental/Santa Marta, numa altura em que estava mais dedicado ao BTT.

Este ano Henrique Martins está mais focado na estrada e, garante, “tenho trabalhado muito, sinto-me preparado para a corrida e se todo o trabalho e sacrifício que tenho feito for recompensado já fico satisfeito”.

Henrique Martins confessa-se nervoso… “estou um pouco nervoso. A experiência na Estrada ainda é pouca. O ano passado diz duas corridas – ‘Nacionais’ e Esperanças – e este ano apenas corrida na Clássica da Primavera. É verdade que tenho tido a ajuda e apoio de bons atletas, mas para tudo é preciso ter sorte. É uma corrida de um dia e talvez seja a última deste ano. Vamos ver como corre”.

HÉLDER GONÇALVES: “OBJETIVO? CAMISOLA DE CAMPEÃO NACIONAL”

“O meu objetivo é lutar pela camisola de Campeão Nacional” disse Hélder Gonçalves, ciclista de Barcelos que alinha na Kelly/InOutBuild/UDO.

Hélder Gonçalves faz a sua estreia nas corridas este ano, já que uma arreliadora lesão o afastou nas provas do início do ano.

“Está é a primeira corrida da época para mim e não sei como estão os adversários. Fiz uma boa preparação e, recentemente, participei no estágio de equipa e senti-me bem e em forma, mas a reação à competição, a forma dos adversários são incógnita”.

JOÃO SALGADO: “QUERO ESTAR NA DISPUTA DO CAMPEONATO NACIONAL”

João Salgado, ciclista de Guimarães da JVPerfis – Gondomar Cultural, quer ter uma palavra a dizer na prova de Fundo do Campeonato Nacional.

O ciclista, que já na parte final do estado de emergência foi submetido a uma intervenção cirúrgica que o afastou dos treinos, diz-se preparado e ansioso por ir para a estrada…

“Depois da paragem devido à cirurgia e de uma recuperação mais longa que o previsto, a preparação correu bastante bem e conseguimos recuperar o tempo perdido”, começou por afirmar João Salgado, que adiantou: “sinto-me preparado e ansioso por ir para a Estrada”.

Afirmando que “quero estar na disputa do Campeonato Nacional”, João Salgado mostra-se “confiante” e salientou que “espero estar num dia bom e se tudo correr dentro do normal acredito que posso estar na luta pela vitória”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS