CICLISMO

Noah Campos (ACR Roriz) sexto na primeira etapa da Volta a Loulé

Noah Campos, ciclista natural de Loulé que alinha na Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact, alcançou a sexta posição na primeira etapa da 27.ª Volta a Loulé, uma ligação de 60 quilómetros entre Ameixial e a Avenida Laginha Serafim, em Loulé.

O ciclista do clube de Roriz cortou a meta a 23s do vencedor, Savelli Laptev, do Vino Team Junior. O pódio fica completo por António Morgado e Daniel Lima, do Bairrada.

A Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact viu terminar ainda no top10 Andrey André, que foi o segundo melhor Júnior de primeiro ano da etapa, e João Cunha, enquanto Tomás Mota fez 14.º lugar.

Rodrigo Neves, do CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, fez 25.º lugar, enquanto André Ribeiro passou a meta na 29.º posição. Leonardo Neves foi 36.º e Luís Moreira terminou no 48.º lugar.

Uma palavra ainda para Rafael Sousa (ACR Roriz) que terminou no 61.º lugar, Gonçalo Amaral (UC Trofa) foi 62.º, Diogo Mendes (Póvoa CA/CDC Navais) fez 79.º e Rafael Barbas (ACR Roriz) foi 84.º.

Rúben Rodrigues, ciclista de Guimarães que alinha no Bairrada, não teve um dia fácil e cortou no 85.º lugar, enquanto Francisco Pereira (CC Barcelos) foi 98.º e o seu colega de equipa Eric Labatut terminou em 113.º.

TOMÁS MOTA VENCE PRÉMIO MONTANHA EM CORTELHA

Tomás Mota (ACR Roriz) venceu o Prémio de Montanha em Cortelha e ocupa a segunda posição na Geral da Montanha, com quatro pontos, a dois de Daniel Lima (Bairrada).

Numa competição que conta com a presença de 10 equipas espanholas, o Bairrada lidera, seguida pela Vino Team Junior. A Landeiro/KTM/Matias&Araújo/Frulact conclui a primeira etapa na terceira posição, enquanto o CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor é oitavo.

Para esta sexta-feira está marcada jornada dupla. De manhã o pelotão parte para uma viagem de 81 quilómetros, com partida e chegada na Av. Laginha Serafim. De tarde realiza-se um Contrarrelógio por equipas de 12 quilómetros.

NOAH CAMPOS: “NÃO PODEMOS ESTAR SATISFEITOS COM O SEXTO LUGAR”

“A etapa correu bem, mas podia ter corrido melhor”, disse Noah Campos no final da primeira etapa da Volta a Loulé.

Para o ciclista algarvio: “não podemos ficar satisfeitos com o sexto lugar, a equipa ambiciona um melhor resultado”.

O que faltou hoje para que isso acontecesse? “Talvez a colocação dentro do pelotão nos momentos mais decisivos da corrida”, disse Noah Campos, que conhece bem o percurso desta Volta a Loulé: “a maior parte das estradas é onde eu treino diariamente”.

Sobre a segunda etapa, que se disputa amanhã de manhã, Noah Campos considera que “a parte inicial vai ser muito rápida e tranquila. A partir do meio da etapa, vão começar as subidas e vai ser um pouco mais duro, mas nada que seja algo extraordinário”.

O que pode o Noah fazer? “Eu vou dar o meu melhor, para, juntamente com a equipa, alcançarmos o pódio”, disse o ciclista de Loulé.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS

Quer promover o seu evento?
Contacte-nos...