CICLISMO

José Dias “foi um ano que serviu para aprender muito”

“Foi um ano que serviu para aprender muito” foi assim que José Dias, ciclista de Barcelos que este ano se estreou no Ciclismo espanhol ao serviço do CC Padrones . Aluminios Cortizo, abordou a época 2021.

O ciclista barcelense, que está a poucos dias de entrar de férias – “as provas já acabaram, mas ainda estou a treinar de forma muito tranquila para fazer o descanso em outubro” – , não teve uma adaptação fácil ao Ciclismo espanhol “muito diferente daquele que estava habituado”, mas não descura a hipótese de continuar por terras de Espanha…

“O balanço não foi muito positivo, não estive ao nível que esperava estar, nem alcancei os resultados que pretendia. Foi a minha primeira época fora de Portugal, apanhei um Ciclismo muito diferente daquele que estava habituado, mas também serviu para aprender muito”, disse José Dias.

O ciclista barcelense referiu que “acabou por ser um ano que me ajudou a evoluir. Este ano cometi muitos erros, que, certamente, não os voltarei a cometer, por esse motivo já sinto que foi muito benéfico”.

FALTA DE RITMO MARCOU ÉPOCA

O que te custou mais nesta experiência por terras espanholas? “A falta de ritmo. O ano passado em Portugal quase não se correu. Eu fiz apenas três dias de competição e em Espanha eles tiveram à volta de 40 dias de competição. Os dias de competição notam-se bastante de um ano para o outro”.

Quanto ao que gostou mais, José Dias salientou que “o facto de ter conhecido melhor Espanha através da bicicleta”.

Houve alguma corrida que te tenha marcado mais? “Sim, a prova da casa do clube, a Clássica de Pascua, que contava para a Taça de Espanha e tinha muita importância para a equipa e para o povo de Padron. É impressionante a maneira como as pessoas de Padron acompanham o clube de Ciclismo da terra deles”, disse José Dias.

Quanto ao entusiasmo com que os espanhóis recebem as corridas de Ciclismo, José Dias referiu que “varia muito consoante a zona de Espanha. No País Vasco foi o sítio que fiquei mais impressionado. Corri lá três vezes e as cidades param quando passa o Ciclismo. Nunca vi adeptos como os do País Vasco, é impressionante”.

José Dias já deu por encerrada a época em termos de competição, mas continua a treinar…  “continuo a treinar, mas são treinos pouco intensos. Digamos que anda apenas “passear” a bicicleta” e adiantou que “agora aproveito para desfrutar dos passeios juntamente com alguns colegas aqui da minha zona, já que estamos todos na mesma fase, aproveitamos e desfrutamos juntos”.

FUTURO “AINDA NÃO ESTÁ DEFINIDO”

Quanto ao futuro, o ciclista de Barcelos referiu que “ainda não está definido” e salientou que “tenho duas opções, de ficar em Espanha, ou regressa a Portugal, mas ainda tomei a decisão”.

Afirmando que “encaro o futuro com tranquilidade”, José Dias vai dividindo os dias entre os treinos e o regresso às aulas no IPCA em Barcelos.

Durante a época “foi muito complicado conciliar as duas coisas. O facto das viagens serem muito mais longas tirava-me muito tempo. Muitas vezes, para fazer uma prova ao domingo tinha de sair sexta de tarde de casa para a sede do clube e depois chegava sempre no domingo à noite ou na segunda”, mas “com muito sacrifício acabei por conseguir conciliar as duas coisas”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS