CICLISMO

Luís André Ribeiro (CC Barcelos): “vou dar o meu melhor”

“Vou tentar dar o meu melhor, como sempre. Não vai ser uma prova fácil, mas vamos ver no que que dá”, foi assim que Luís André Ribeiro, do CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, começou por abordar a sua participação no Campeonato Nacional de Juniores, que se realiza no fim de semana em Sernancelhe, no distrito de Viseu.

O ciclista de Esposende vai participar da prova de Fundo, que se realiza por volta das 15 horas e tem uma extensão total de 122,5 quilómetros, ou seja, o pelotão terá de percorrer cinco vezes um circuito de 24,5 quilómetros.

Luís André Ribeiro salienta que “tenho treinado bem e feito uma boa recuperação”, mas sente-se “um pouco debilitado” esta semana devido aos efeitos secundários da vacinação do Covid-19.

O ciclista do CC Barcelos garante que “se me encontrar bem vou tentar fazer um bom lugar, mas se as sensações não foram as melhores, vou ajudar os meus colegas de equipas a atingirem os objetivos”.

“VAI SER DURINHO”

Sobre o percurso da prova, Luís André Ribeiro salientou que “apenas sei que vai ser durinho” e adiantou: “às vezes prefiro não ‘conhecer’ exatamente o percurso, prefiro ir vendo as dificuldades que vão aparecendo e estar sempre preparado para o pior”.

“Sei que há equipas que já fizeram o reconhecimento percurso, mas ainda não sei se no sábado vamos ter essa oportunidade”.

Luís André Ribeiro participou no fim de semana no circuito do Prémio Ciclismo de Fafe – Terra de Emoções, e tirou boas ilações… “saí satisfeito com o trabalho que fizemos no domingo, assim como acho que as provas com os Sub-23 foram muito importantes para nós. Deram-nos outro ritmo competitivo, que penso nos vai ser útil este fim de semana”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS