CICLISMO

Roberto Cardoso (Fortunna-Maia) sexto na Clássica Ribeiro da Silva

Roberto Cardoso, do Fortunna-Maia, foi hoje sexto classificado no GP Rota dos Móveis – Clássica Ribeiro da Silva, prova para as categorias de Esperanças – que junta os pelotões de Juniores e Sub-23 das equipas de clube.

O ciclista de Viana do Castelo, que está no seu primeiro ano de Sub-23, percorreu os 116,7 quilómetros, que ligou Paredes a Lordelo, em 2:59:34h, gastando mais 24s que o vencedor João Silva (Escribano Sport Team). Na segunda posição ficou Daniel Dias, ciclistas que fez parte da sua formação na Seissa, enquanto Francisco Guerreiro (Siucasal) foi terceiro.

DIOGO ALMEIDA NO TOP 20

No Top10 ficou ainda Marcelo Gabriel (ex-Seissa), que hoje representa a Porminho, enquanto o seu colega de equipa Diogo Almeida cortou a meta no 16.º lugar. O ciclista de Famalicão fez ainda terceiro lugar na Classificação das Metas Volantes, atrás do seu colega de equipa Marcelo Gabriel e de Diogo Narciso (Sicasal)

Kawah David foi o melhor ciclista da Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact, ao fazer 20.º lugar.

O ciclista da Seissa foi ainda o quinto melhor Júnior em prova e ficou às portas do pódio na Classificação da Juventude, ao terminar na quarta posição.

SÉRGIO SALEIRO EM 22.º

Sérgio Saleiro, CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, terminou a Clássica Ribeiro da Silva no 22.º lugar, foi o sexto melhor Júnior, enquanto Diogo Costa, ciclista de Ponte de Lima da Fortunna-Maia, fez 28.º lugar.

Diogo Mendes, Júnior de primeiro ano da Academia Ciclismo de Paredes, terminou no 32.º lugar e foi sétimo da Classificação da Juventude.

Fotos: FPC

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS