CICLISMO

Diogo Mendes (AC Paredes) na Clássica Ribeiro da Silva

Diogo Mendes, ciclista de Guimarães que alinha na Academia de Ciclismo de Paredes, vai estar presente, este domingo, na Clássica Ribeiro da Silva, prova destinada às categorias de Juniores e Sub-23, que decorre na zona de Paredes.

Esta é a terceira corrida que junta o pelotão de Juniores ao de Sub-23 e em Paredes os ciclistas têm pela frente uma etapa de 116,7 km,

Diogo Mendes refere que “não é tarefa fácil correr ao lado dos ciclistas de Sub-23. A corrida é sempre feita a alta velocidade e os andamentos de Júnior não ajudam muito”.

“Mas adquirimos mais experiência e ritmo, o que é bom uma vez que os Campeonatos Nacionais e a Volta a Portugal estão já aí”, referiu o ciclista vimaranense.

“FORAM CORRIDAS FEITAS A GRANDE VELOCIDADE”

Diogo Mendes já participou nas duas provas Inter Regionais que se realizam na semana passada e colocaram lado a lado Juniores e Sub-23 e salienta que “foram corridas feitas a grande velocidade, não consegui chegar no grupo principal, mas fica a experiência” e adiantou que “cometi alguns erros que já irei ter em atenção nas próximas provas”.

De resto “estas corridas servem para preparar o Campeonato Nacional, que se realizam dentro de duas semanas”, prova que “estou a encarar com otimismo. Acima de tudo procuro não colocar pressão desnecessária em cima de mim. Tenho trabalhado diariamente para poder estar na melhor forma possível nos Campeonatos Nacionais”.

Quais os objetivos para os Campeonatos Nacionais? “Sabemos que no pelotão de Juniores existem atletas de enorme qualidade”, mas “o meu objetivo aponta ao ‘Nacional’ de Contrarrelógio”, disse Diogo Mendes

O ciclista de Pevidém, Guimarães, que se vai estrear nos ‘Nacional’ de Juniores – chegou a participar no Campeonato Nacional de Cadetes em 2019 -, considera que “esta é uma prova diferente, bastante dura, mas em que os ciclistas querem estar bem”.

APOIO DA EQUIPA

Diogo Mendes está no seu primeiro ano de Juniores, numa equipa nova – começou na Escola de Ciclismo Carlos Carvalho e alinha pela Academia de Ciclismo de Paredes – e muitas experiências novas… “A ideia que tinha era que o escalão Júnior era duro e a adaptação também, mas toda a minha equipa e respetivo staff esteve sempre presente, a apoiar e a ajudar para que tudo se tornasse mais fácil”.

Talvez, por isso, Diogo Mendes tem tentado a sua sorte em várias corridas… “tenho a minha sorte…mas nem sempre saio como planeado”.

ARMADA MINHOTA CORRE EM PAREDES

Para além de Diogo Mendes são bastantes os ciclistas minhotos presentes nesta terceira prova que junta o pelotão de Sub-23 e Juniores.

Assim, vão estar presentes em Paredes a Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact, que se apresenta com Rafael Barbas, Marcelo Soares, Diogo Carreiras, Luís Lemos, Afonso Luz, Miguel Peixoto e Kawah David, e o CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, que vai fazer alinhar André Ribeiro, Diogo Saleiro, Francisco Pereira, João Fernandes, Luís Ribeiro e Sérgio Saleiro.

Leonardo Mendes e Flávio Martins, são os representantes da Tensai/Sambiental/Santa Marta, que nesta corrida volta a unir-se à Silva&Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel.

Em Paredes vão ainda correr Diogo Almeida, César Costa (Porminho Team Sub-23), Diogo Costa e Roberto Cardoso (Fortunna-Maia).

Uma palavra ainda para os atletas que passaram pelas equipas do Minho: Sérgio Monteiro (Academia Ciclismo Paredes), Daniel Dias (Santa Maria da Feira/Segmento D`Época/Reol) e Marcelo Gabriel (Porminho Team Sub-23).

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS