BASQUETEBOL

Vitória SC aponta à conquista da Taça de Portugal

O Vitória SC aponta à conquista da Taça de Portugal feminina de Basquetebol. A equipa vitoriana já marcou presença numa final, perdendo então para o Olivais, mas desta feita quer trazer o ‘caneco’ para Guimarães.

“Desde o início da época que nos comprometemos, para nós mesmos, marcar presença nos pontos altos da época e já que estamos na ‘Final Four’ queremos chegar mais além. Estamos na prova, como o fazemos em todos os jogos, para lutar pela vitória” disse Rui Costa, treinador da equipa feminina do Vitória SC, que garantiu que “a equipa está bem, está motiva e com muita vontade de aproveitar ao máximo este momento. Vamos para Lisboa para dar o nosso melhor”.

A semana de trabalho tem corrido bem e nem mesmo o desaire sofrido no último sábado em Vagos abalou com a equipa…“naturalmente, que não ficamos satisfeitos com o resultado em Vagos. Queremos sempre ganhar e, por isso, ficou um certo amargo de boca, mas sabemos que estes resultados fazem parte do processo e as derrotas servem de aprendizagem. O importante é perdermos o menos vezes possível”, disse Rui Costa, que adiantou que “nós estamos conscientes que não vamos vencer todo os jogos da época e sábado o jogo não nos correu bem. O adversário também teve mérito. Serviu para saborearmos a derrota e percebermos que não é o tipo de sensação que queremos ter. Por isso, vamos trabalhar mais e melhor para evitar a derrota durante os próximos tempos”.

Rui Costa não acredita que o resultado de sábado tenha qualquer influência na ‘Final Four’…“se tiver que seja positiva, que sirva para nos motivar a fazer melhor”.

O Vitória SC começa a ‘Final Four’ a defrontar, nas meias finais, o GDESSA Barreiro, uma equipa que já defrontaram, e ganharam, duas vezes…

“Jogamos com o GDESSA duas vezes, em dois momentos distintos da época. O primeiro jogo, logo no início do campeonato. Ambas as equipas tinham baixas e foi um jogo atípico. O segundo jogo, em Guimarães, foi muito bem disputado”, mas “neste momento o GDESSA está a atravessar o seu melhor momento de forma. Vem de uma série de cinco vitórias e está a subir de rendimento. Sabemos que vamos defrontar um equipa difícil, que conhecemos bem, que defende o campo inteiro e faz alternâncias ofensivas. Penso que com controlo e paciência podemos igualar a intensidade do GDESSA e depois temos de saber escolher as jogadoras com maior vantagem para assumir o lançamento”.

Afirmando que “vai ser um jogo extremamente difícil”, Rui Costa salientou que “sabemos que temos condições para levar este jogo de vencido e chegar à final da Taça de Portugal”.

Interrogado quais as ‘armas’ que vai usar para ganhar ao GDESSA, Rui Costa referiu que “vão ser aquelas que temos usado ao longo da época” e explicou: “o Vitória SC é uma equipa coletiva, qualquer jogadora pode contribuir de forma decisiva para o resultado final, não dependemos de ninguém em particular. Temos uma equipa muito coesa, solidária e que partilha muito a bola, ninguém aqui tem sede de individualismos. Defensivamente mostra isso e temos crescido também no capítulo ofensivo e já melhoramos no ressalto. Somos uma equipa combativa e competitiva. Aqui todos detestam perder e, portanto, todos trabalhamos para ser a cada dia melhores”.

 

PROGRAMA DE JOGOS

 

Sábado

15.30 horas: Vitória SC – GDESSA Barreiro

18h: União Sportiva – Benfica

Domingo

11h: Final

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS