BASQUETEBOL

SC Braga e Vitória SC Sub-22 procuram a terceira vitória

O SC Braga recebe este domingo, a partir das 16.15 horas, o Vitória SC Sub-22, naquele que é o jogo grande da quinta jornada da Zona Norte A do Campeonato Nacional da II Divisão feminina de Basquetebol.

Em campo vão estar duas equipas que somam os mesmos seis pontos e aspiram a, numa primeira fase, assegurar a passagem à fase seguinte.

JOSÉ ALVES ALDANA: “O NOSSO OBJETIVO É GANHAR”

Em Braga o jogo está a ser encarado com otimismo, até porque José Alves Aldana conta, pela primeira vez esta época, com todo o grupo disponível.

“Preparamos o jogo com o Vitória SC como preparamos todos os outros jogos; com muito trabalho, esforço e dedicação”, começou por afirmar José Alves Aldana, que referiu que “temos um conhecimento amplo do plantel e sabemos do valor do Vitória SC, mas é um jogo em que o nosso objetivo é ganhar”.

Que opinião tem do Vitória SC? “É uma equipa jovem, que integra algumas das jogadoras que têm poucos minutos da equipa A”, disse José Alves Aldana, que relativamente ao estilo de jogo afirmou que “é uma equipa que gosta de jogar em transição e que, tendo espaço, gosta de lançar”.

No entanto, o SC Braga tem as suas ‘armas’ para tentar vencer o ‘derby’… “A ‘arma’ tem de ser uma defesa coesa, agressiva e explorar situações em campo aberto”.

José Alves Aldana considera que “é importante ganhar este jogo. Jogamos jogo a jogo, mas sempre para competir e lutar pela vitória. Apesar da derrota no último jogo, contra o CD Póvoa, que foi um jogo onde o equilíbrio foi uma constante e que podia ter caído para qualquer um dos lados… Caiu para o Póvoa, mas os índices de motivação não se alteraram, porque sabemos que estamos a crescer e que fizemos um bom jogo”.

Como correu a semana de trabalhos? “Foi uma boa semana de treinos. As jogadoras treinaram bem, há bom ambiente e estamos preparados. Esta semana treinamos aspetos, em que cometemos erros no último jogo e a resposta foi boa”.

EDUARDO FORTE RIBEIRO: “SERÁ UM BOM TESTE PARA PERCEBERMOS COMO ESTAMOS”

Em Guimarães, o jogo está a ser “encarado de uma forma normal” disse Eduardo Forte Ribeiro, treinador do Vitória SC Sub-22, que adiantou: “é mais um jogo desta da série em que estamos inseridos. É um jogo com um toque especial porque é com o SC Braga e existe uma certa rivalidade, mas é uma rivalidade saudável”.

Considerando que “o SC Braga é uma equipa num patamar acima e continua a crescer”. Eduardo Forte Ribeiro lembra que “nós vimos de duas vitórias, frente ao Maria da Fonte e FC Vizela, a equipa está motivada e moralizada. Sabemos que este jogo é bem mais complicado, mas também será um bom teste para percebermos como estamos”.

Eduardo Forte Ribeiro garante que “a equipa está muito motivada, tem trabalhado bastante, as atletas têm feito dois jogos por fim de semana porque a base desta equipa é a de Sub-19, mais uma miúda ou outra da equipa Sénior, que tem aqui a possibilidade de continuar a jogar”.

Sobre o SC Braga, o treinador vimaranense referiu que “é uma equipa muito organizada, bastante bem treinada pelo José Alves Aldana, com uma boa equipa e saíram reforçadas com a entrada da nova atleta. É uma equipa que tem objetivos neste campeonato e tem algum poder. É uma equipa que vale pelo coletivo e a ter em conta neste campeonato”.

Questionado sobre se a passagem à fase seguinte é uma meta, Eduardo Forte Ribeiro salientou que “gostávamos muito de o conseguir, mas sabemos como isso é complicado, há equipas muito fortes nesta série. Nós estamos no ano piloto desta equipa. É a primeira vez que temos Seniores B femininas e o objetivo passa por competir e fazer os melhores resultados possíveis tendo em conta a realidade das coisas”. Estamos mais preocupados em fazer evoluir as atletas e prepará-las para um dia chegar à equipa principal”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS