CICLISMO

Rematelaborado – UC Ponte Barca no pódio na Volta a Lugo Master 2020

A Rematelaborado – União Ciclista de Ponte da Barca conquistou o terceiro lugar da geral da Volta a Lugo Master 2020, prova que se disputou no fim de semana na zona de Ribeira Sacra, Espanha, e foi organizada pelo Chantadino Master Team.

A equipa de Ponte da Barca apresentou-se com seis ciclistas nesta que foi a sua primeira prova internacional: o Campeão Nacional de Contrarrelógio Alberto Amaral, Hélder Azevedo, Ricardo Gonçalves, Daniel Alves, José Amorim e Ricardo Araújo. A acompanhar a comitiva estão o presidente Filipe Rocha, o diretor geral Luís Barbosa e o diretor desportivo Sérgio Reitor.

Depois de três de etapas, Rematelaborado – União Ciclista de Ponte da Barca conquistou o terceiro lugar da geral, comum total de 10.09.05h, atrás do Norinver Cycling Team e Chantadino CC.

Na classificação individual, o destaque vai para Alberto Amaral, Campeão Nacional de Contrarrelógio, que fez segundo lugar na sua categoria, de Master 50/60, a escassos segundos do vencedor Toribio Antuña. Daniel Alves terminou, por sua vez, na sexta posição.

Em Master 40, José Amorim terminou a Volta a Luga na nona posição.

Em Master 30, Hélder Azevedo, que esteve em destaque na terceira e última etapa ao cortar a meta na segunda posição, concluiu a Volta a Lugo no quarto lugar da geral, a escassos 10s do pódio.

LUÍS BARBOSA: “EXPERIÊNCIA MUITO POSITIVA”

Luís Barbosa, diretor geral da Rematelaborado – União Ciclista de Ponte da Barca, faz um balanço positivo da primeira internacionalização da equipa.

“Foi uma experiência muito positiva, fomos ao pódio em todas as etapas. O único senão foi a queda do Ricardo Araújo, na primeira etapa, a dois quilómetros da meta, fracturando a clavícula. De resto foi muito bom”.

A Rematelaborado – União Ciclista de Ponte da Barca tem previstas provas para setembro, com a participação no Campeonato Nacional Contra Relógio Individual (20 de setembro) e a Volta a Salamanca, prova agendada para 26 e 27 de Setembro.

Fotos: UCPB

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS