CICLISMO

João Cruz domina em Melgaço

João Cruz, ciclista de Viana do Castelo que alinha na AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde, foi o grande vencedor da categoria de Juniores do 7.º BTT XCO de Melgaço, que se realizou domingo na vila mais a norte de Portugal.

O ciclista vianense, que foi o mais rápido em três das quatro voltas à pista, ainda teve a companhia de Tomás Frazão e Vasco Cunha na primeira passagem pela meta, mas foi ganhando terreno ao longo da prova e acabou por chegar isolado à meta. João Cruz gastou 59:40m para percorrer as quatro voltas à pista, deixando Tomás Frazão, do Guilhabreu BTT, a cerca de um minuto, e Vasco Cunha (Clube BTT Matosinhos) a 01m36s.

Na prova de Juniores participou ainda Ivo Pereira, da SAERTEX Portugal/Edaetech, que terminou na 17.ª posição, enquanto Hélder Laranjeira (MonçãoBike/ LusoPrint/ Bombos S. Sebastião) foi 22.º. Miguel Peixoto, da Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact, terminou no 34.º lugar.

Em femininos, Mariana Líbano, Guilhabreu BTT, foi a primeira a cortar a meta ao fim de 56:41m, numa prova em que Catarina Lopes, ciclista de Famalicão que representa a AXPO, fez nono lugar.

JOÃO CRUZ: “FOI UMA CORRIDA QUE CORREU BEM”

João Cruz, da AXPO/Firstbike Team/ Vila do Conde, impôs-se sem grandes dificuldades numa prova em que teve, como aconteceu nos últimos anos, como grandes adversários Tomás Frazão e Vasco Cunha…

“Sabia que a corrida ia ser disputada, os adversários são fortes e a corrida ia ser muito rápida. Na primeira volta deixei-me andar para ver o andamento dos adversários. No início da segunda volta comecei a abrir caminho e fui ganhando terreno. Fechei no primeiro lugar com um bom tempo. Foi uma corrida que correu bem”.

Afirmando que “já sentia saudades de correr em Portugal, no meio deste pelotão”, João Cruz salientou que “já tinha feito algumas corridas lá fora, ganhei algum ritmo competitivo, mas ainda não estou no meu melhor. Vou continuar a trabalhar para estar mais forte nas Taças do Mundo, que se realizam em maio”,

Qual a tua grande aposta para este ano? “Os meus objetivos passam por estar presente e conseguir bons resultados no Campeonato da Europa e o Campeonato do Mundo. A par disso quero subir no ranking internacional e continuar a evoluir no BTT”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS