CICLISMO

Pedro Miguel Lopes: “todas as competições serão importantes”

Pedro Miguel Lopes, ciclista de Guimarães que alinha na Kelly/Simoldes/UDO, é um dos fortes candidatos à conquista do título de Campeão Nacional de Ciclocrosse, prova que se realiza domingo, no Centro de Alto Rendimento de Anadia, em Sangalhos.

Pedro Miguel Lopes fez terceiro lugar em Elites e venceu no escalão de Sub-23 na primeira prova da Taça de Portugal, que se realizou em novembro em Melgaço.

O ciclista de Guimarães parte para a Anadia determinado a fazer uma boa prova…

“O objetivo é dar o meu melhor. Não sei como está a minha condição física, pois já não temos competição há bastante tempo” começou por referir Pedro Miguel Lopes, que salientou que “decidi participar à última da hora no Campeonato Nacional de Ciclocrosse, mas como sempre quero fazer uma boa prova”.

“CONTINUO A TREINAR COM FOCO NAS COMPETIÇÕES”

Pedro Miguel Lopes já está a trabalhar há algum tempo e garante que “continuo a treinar com foco nas competições. É certo que ainda não há datas para as competições de Estrada, mas continuo a treinar com afinco para quando a época recomeçar estar num bom nível”.

O ciclista de Guimarães, uma das grandes promessas do Ciclismo de Estrada a nível nacional, referiu que “devido à situação pandémica as competições, provavelmente, serão poucas”, por isso, “todas as competições serão importantes”.

Pedro Miguel Lopes, que divide o Ciclismo com o curso universitário, em feito “um trabalho completo” e adiantou que “nesta altura tenho feito um plano de treino que envolve Atletismo, ginásio e Ciclismo”.

Os treinos são feitos, maioritariamente, sozinho, mas “às vezes consigo treinar com alguns colegas da modalidade”.

Pedro Miguel Lopes considera que a incerteza com a realização das provas “é um pouco deprimente e desmotivante”, mas não se deixa afetar: “como adoro treinar/andar de bicicleta torna tudo mais fácil. E com bons colegas de treino motivámo-nos uns aos outros”.

“TINHA IMENSOS OBJETIVOS”

O ciclista da Kelly esteve em destaque em 2020, apesar das poucas provas realizadas. Pedro Miguel Lopes sagrou-se Vice-Campeão de Fundo de Sub-23 e ficou no top10 do ‘Nacional’ de Contrarrelógio. Deu ainda nas vistas na Volta a Portugal Edição Especial. Esteve na discussão da Camisola Branca (Juventude) – foi terceiro – e deu luta na classificação geral, terminando no Top30. Pedro Miguel Lopes fez ainda parte da Seleção Nacional que participou no Campeonato da Europa de Ciclismo de Estrada, que se disputou em Plouay, França.

Para a presente época, o ciclista vimaranense confessa que tinha muitos objetivos, mas com o agravamento da pandemia as metas estão em suspenso…

“Sempre pensei positivamente e acreditei que este ano todas as competições se iriam realizar dentro dos períodos normais. Tinha imensos objetivos”, disse Pedro Miguel Lopes, que acrescentou que “com esta situação pandémica mais grave tudo mudou. Agora só quando surgir um calendário mais concreto é que eu pensarei e terei os objetivos mais sólidos”.

O que mais receias para esta época? “O único receio é que seja um ano igual ao transato, com poucas competições. Já é o meu último ano de Sub-23 e haviam imensas corridas que gostava de competir e, principalmente, experiências/oportunidades que não serão mais concretizadas”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS