CICLISMO

I Maratona BTT de Ponte da Barca foi um sucesso

“Esta I Maratona BTT de Ponta da Barca foi um grande sucesso”, foi assim que Filipe Rocha, presidente da União Ciclista de Ponte da Barca classificação a prova que marcou o arranque do Campeonato do Minho de BTT XCM – Discover Melgaço.

A I Maratona de BTT de Ponte da Barca foi uma organização do recém-criado clube União Ciclista Ponte da Barca, em parceria com a Câmara Municipal de Ponte da Barca, Junta de Freguesia de Ponte da Barca e a Associação de Ciclismo do Minho e percorreu trilhos e caminhos rurais do Município de Ponte da Barca.

A prova, a primeira do calendário velocipédico da ACM de 2020, contou com a presença de mais de 300 atletas, entre as provas de competição e de Lazer, com a opção de Maratona, Meia Maratona e EBike. Apesar da chuva que se fez sentir, o que aumentou o grau de dificuldade, a luta pelas melhores posições foi intensa.

Filipe Rocha, presidente da União Ciclista de Ponte da Barca, considerou esta primeira edição da Maratona de Ponte de Barca um sucesso “estiveram em prova mais de 300 atletas e tudo correu muito bem. Foi uma prova com um grau de dificuldade grande devido ao mau tempo que se fez sentir, mas não houve problemas”.

Aquele responsável adiantou que “esta foi uma prova que nos deu muito trabalho, levou-nos muito tempo pessoal para a organizar, mas felizmente tivemos o apoio de muita gente e foi um sucesso, o que nos dá mais ânimo para continuar a organizá-la”.

Filipe Rocha lembrou que a Maratona surge para dar a conhecer a União Ciclista de Ponte da Barca, clube de ciclismo que vem preencher uma lacuna no Minho.

SONY DSC

“O Minho tem excelentes ciclistas e condições para a prática do ciclismo nas mais várias variantes. Infelizmente, temos muitos atletas que gostam de ciclismo, mas não têm clube porque no Minho os clubes só têm formação. Depois deixa de haver clubes em ciclismo de estrada. Por isso, decidimos criar o clube, juntar um grupo de atletas e avançar com o projeto” disse aquele responsável, que adiantou que “aproveitamos ainda o facto do Município estar a criar o Centro de BTT no Parque Nacional de Peneda Gerês, local onde podemos treinar e ter condições para preparar as provas”.

A União Ciclista de Ponte da Barca já tem a equipa, praticamente, formada. Neste momento conta com atletas de Elites e Master e vai ser apresentada durante a Volta ao Alto Minho em ciclismo de estrada.

LUÍS BARBOSA “PROVA CORREU MUITO BEM”

SONY DSC

Luís Barbosa, vice-presidente da União Ciclista de Ponte da Barca e responsável pela organização, mostrou-se satisfeito com a forma como a I Maratona BTT de Ponte da Barca correu: “a prova correu muito bem”

“Não era uma prova fácil e o mau tempo contribuiu para aumentar o grau de dificuldade. Num primeiro contacto, os ciclistas disseram que era uma prova difícil, falaram da altimetria e nos picos da montanha fazia muito frio e vento. Mas foi difícil para todos. Se não tivesse dificuldades tornava se muito fácil e qualquer um fazia”, referiu.

Luís Barbosa disse ainda que “esta foi uma prova que deu muito trabalho. Não somos muitos e, por isso, o trabalho foi puxado, mas nós contamos com a ajuda e o apoio de todos e da própria Associação de Ciclismo do Minho.

Quanto ao futuro, Luís Barbosa adiantou que “a ideia é dar continuidade à prova. Vamos ouvir os intervenientes, os atletas e a própria ACM. Se o feedback for positivo tudo iremos fazer para manter esta corrida no calendário da ACM”.

AUGUSTO MARINHO: “I MARATONA FOI UM AUTÊNTICO SUCESSO”

Augusto Marinho, presidente da Câmara Municipal de Ponte da Barca, marcou presença na I Maratona de BTT de Ponte da Barca e mostrou-se satisfeito.

“Ponte da Barca é um Município que está virado e apostado nos Desportos de Natureza. Recebemos a I Maratona que foi um autêntico sucesso. Tivemos a participação de mais e 300 atletas, o que para uma primeira edição é muito positivo”, começou por dizer o presidente da Câmara Municipal de Ponte da Barca.

“Este número demonstra bem que esta foi uma boa aposta. O número de pessoas que aqui esteve ultrapassou todas as expetativas e trouxe um movimento diferente a Ponte da Barca, quer pelo desporto em si, quer económico. Também serviu para mostrar a todos quantos aqui estiveram que Ponte da Barca é um excelente destino turístico, que tem excelentes condições para quem deseja praticar desportos de natureza, ou simplesmente, para usufruir da beleza natural que temos em Ponte da Barca”.

Augusto Marinho salientou que “para uma primeira iniciativa esta Maratona de Ponte da Barca correu muito bem. Temos que dar os parabéns a todos pela forma como correu, pelo sucesso. Aos atletas, que participaram em massa e abrilhantaram a prova, aos organizadores, que tiveram aqui um trabalho tremendo, aos voluntários. É certo que a Câmara Municipal apoio o evento e está disponível para continuar a apoiar”.

JOSÉ MACEDO VENCE MARATONA LAZER

Na prova de Lazer José Macedo foi o grande vencedor na Maratona, fazendo o tempo de 3:51:03h. Igor Cruz foi segundo e Tiago Boucinha terceiro.

Na Meia Marona venceu Marco Correia (BOLFLEX BTTeam), deixando na segunda posição André Sousa (Love Tiles) e Óscar Osório (Bikemania Famalicão) foi terceiro.

Na EBike venceu Dany Meirim (Reumático Team), Francisco Passos (Stress Off) foi segundo e João Faria (Lobos do Mar) terceiro.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS