BASQUETEBOL

SC Braga vence BC Vila Real: “finalmente vimos o trabalho recompensado”

O SC Braga conquistou este fim de semana a sua primeira vitória no Campeonato Nacional de Sub-16 masculinos de Basquetebol. A equipa treinada por Ricardo Santos deslocou-se ao recinto do BC Vila Real e ganhou por uns claros 68-90, em jogo da segunda jornada dos Jogos de Classificação Zona Norte.

Em Braga a vitória foi celebrada com muita alegria e satisfação… “Já estava na altura”, disse Ricardo Santos, treinador do SC Braga, que referiu que “a equipa nunca deixou de lutar pelos resultados, mas ainda não tinha acontecido”.

RICARDO SANTOS: “NÃO ESTÁVAMOS HABITUADOS A JOGOS COMPETITIVOS ATÉ AO ÚLTIMO MINUTO”

Ricardo Santos lembrou que “entramos no Campeonato Nacional com as melhores equipas do Norte de país. Não estávamos habituados a jogos competitivos até ao último minuto e começamos a competir com equipas que já tinham muitos jogos destes nas pernas. Equipas que competem em campeonatos que têm muitos jogos antes das fases finais.

“Quando entramos no Campeonato Nacional tínhamos nove jogos oficiais e as outras equipas tinham o dobro. Isso reflete-se muito na capacidade de competição dos atletas”.

Qual foi o sentimento do grupo no final do jogo de Vila Real? “Conseguimos trabalhar muito as espectativas do grupo…. E no final do jogo do sentimos que eles encontravam-se mais aliviados. Depois de uma fase de derrotas consecutivas finalmente viram o seu trabalho recompensado”.

“EXPERIÊNCIA ESPETACULAR”

Apesar do balanço em termos de resultados não ser o melhor, Ricardo Santos considera que “o Campeonato Nacional tem sido uma experiência espetacular” e adianta: “tem sido bom tanto para os atletas compreenderem as suas falhas e o que precisam de melhorar para vir a ser atletas de topo; como para mim, como treinador, para ver o que as equipas que atingem este patamar fazem para se manterem constantes”.

“Tiramos muitas coisas para melhorar para o ano, de forma a nos tornarmos mais competitivos a nível nacional. Tudo isto força-nos a procurar outras alternativas para conseguir chegar ao mesmo nível que uma equipa do Porto ou Aveiro”.

“TEM SIDO MUITO COMPLICADO GERIR O ESPÍRITO DA EQUIPA”

Como tem sido gerir a equipa? “Tem sido muito complicado gerir o espírito da equipa. Conseguir transmitir garra, força e determinação a uma equipa que, embora esteja sempre a disputar o jogo até aos últimos minutos (exceto um jogo), não vê o seu trabalho recompensado é difícil. Tudo isto quebra o espírito, a vontade e a garra que um jogador de Basquetebol neste nível precisa de ter”, disse Ricardo Santos, que acrescentou que “foi difícil e continua, mas também sinto que os atletas conseguiram ver as suas falhas e o que precisam para se tornarem no que querem ser. Afinal estamos aqui para eles”.

“ELES TÊM CRESCIDO BASTANTE”

O treinador do SC Braga considera que “eles têm crescido bastante nesta fase nacional. Infelizmente, isso não se vê nos resultados, que não têm sido os ideais, mas estamos a falar de uma competição nacional com as melhores equipas do Porto e Aveiro. Poder competir com o melhor que há no Norte e sermos competitivos até ao último minuto é muito bom e mostra que não estamos assim tão atrás do que se faz de melhor pelo Norte do país”.

“Esta equipa esteve dois anos quase parada, teve um Campeonato Distrital com muito poucos jogos, mas está no Campeonato Nacional a ser competitiva e o percurso que temos feito é um sinal de que estamos no bom caminho”.

Afirmando que “o objetivo da equipa para esta época era terminar acima do sexto lugar no Campeonato Nacional Zona Norte”, Ricardo Santos considera que “esse objetivo mantém-se e estamos a fazer de tudo para o alcançar. Agora tudo depende da força, coragem e determinação dos ‘Gverreiros’ em campo. Mas eu acredito que eles conseguem lá chegar!”.

RESULTADOS

Campeonato Nacional

BC Vila Real – SC Braga, 68-90

Guifões – UAA Aroso, 60-72

Taça Nacional

GDAS – Oliveirense, 55-72

BC Barcelos – Maia Basket, 68-50

Beira Mar – Monção, 84-36

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS