NATAÇÃO

SC Braga: “o objetivo é claramente a manutenção”

Garantir a manutenção das duas equipas (masculina e feminina) é o objetivo do SC Braga no Campeonato Nacional de Clubes da 1.ª Divisão, que se realiza no fim de semana no Complexo de Piscinas do Jamor.

O SC Braga que venceu, no fim de semana passado, três das cinco classificações dos Campeonatos Nacionais de Juvenis, Juniores, Absolutos e de Longa Distância, parte confiante e motivado para o Jamor, mas também “muito realista e com os pés bem assentes no chão”, como explicou Luís Cameira, treinador do SC Braga.

O Campeonato Nacional de Clubes é, por si só, já bastante difícil, com clubes a reforçarem-se bastante para esta prova com nadadores estrangeiros e outros com nadadores de clubes que não estão na 1.ª Divisão, mas este ano o grau de dificuldades é ainda maior: “das 15 equipas presentes descem seis, o que é muito perigoso, basta um pequeno deslize e os objetivos ficam comprometidos”.

“MOTIVADOS E PREPARADOS PARA LUTAR PELOS OBJETIVOS”

Quanto a objetivos, Luís Cameira afirmou que “o objetivo é claramente a manutenção” e adiantou “não vai ser uma tarefa fácil, mas os atletas estão motivados e preparados para lutar pelos objetivos do clube”.

O SC Braga parte, no entanto, algo desfalcado para o Jamor… “Tivemos alguns atletas doentes, fruto da época. A equipa feminina foi a mais afetada e temos mesmo um atleta com gripe, uma atleta com um papel importante na equipa”, mas “vamos com tudo para lutar pela manutenção porque o SC Braga merece ter as duas equipas na 1.ª Divisão”.

Questionado sobre o facto de vários clubes apresentarem ‘caras novas’ para esta competição, Luís Cameira referiu que “temos de contar isso também… e foram muitos os clubes que foram buscar atletas fora e mesmo cá dentro, há clubes que foram buscar os melhores nadadores de clubes que não estão na 1.ª Divisão” e adiantou: “acaba por não ser uma luta justa e nem espelha o valor das equipas, mas é o que temos”.

A IMPORTÂNCIA DA CLASSIFICAÇÃO

Afirmando que “este é um campeonato totalmente diferente dos da semana passada”, Luís Cameira lembra que “nesta competição o importante é a classificação e não tanto as marcas. Vamos entrar para lutar em cada prova pela melhor classificação e evitar uma desclassificação porque isso deita tudo a perder”.

“No SC Braga não é habitual desclassificações, os atletas são experientes e só mesmo se estiverem muito desconcentrados é que pode acontecer…. Mas neste campeonato não pode mesmo acontecer”.

O SC Braga faz-se representar por um conjunto de 10 atletas masculinos e 10 femininos. Para Luís Cameira “a equipa masculina é, a partida, mais forte, tem mais soluções” e referiu que “a equipa feminina é muito jovem. Temos a Tamila e a Madalena com mais experiência e as restantes vão estrear-se nesta competição”, mas salientou que “neste campeonato estamos mais condicionados pelos outros do que por nós… desconhecemos o valor dos nadadores que vão aparecer”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS