CANOAGEM

Maria Gomes (CN Prado) ambiciosa para o Controlo Nacional

Maria Gomes, do CN Prado, parte ambiciosa para o Controlo Nacional de Velocidade, que se realiza sábado no Centro de Alto rendimento de Montemor-o-Velho.

A prova, que regressa depois de um ano de paragem devido à pandemia, consiste num Contrarrelógio de 2000 metros e este ano também uma nova distância de 250 metros.

A canoísta de Braga diz-se “preparadíssima” e refere que “o objetivo principal é melhorar os meus tempos, em ambas as distâncias, mas não escondo a ambição de ganhar os 2000m em K1 Sénior”.

Este Controlo Nacional não tem o objetivo de selecionar os atletas para as equipas nacionais, mas Maria Gomes refere que “mesmo não sendo uma prova seletiva, em 2020, após vencer o controlo de 2000m, fui chamada para integrar a Seleção Nacional de Velocidade Júnior. Por isso, não é impossível que volte a acontecer este ano”.

“PREPARAÇÃO TEM CORRIDO BEM”

Maria Gomes já se encontra a treinar há algum tempo e garante que “a preparação tem corrido muito bem. No início de setembro fizemos uma retrospetiva da época anterior, analisámos todas as provas e definimos os objetivos para 2022. Agora é trabalhar ao máximo para que tudo saia como planeado”.

Quanto à pré-época “correspondeu às expectativas, adaptei-me bem ao novo plano de treino e faço um balanço positivo das provas de preparação em que participei… posto isso, só posso dizer que me sinto completamente preparada para voltar a competir oficialmente”.

“O FOCO ESTÁ NO CAMPEONATO DO MUNDO DE MARATONAS”

Quais os teus principais objetivos para esta época? “O grande foco está, sem dúvida, no Campeonato do Mundo de Maratona”, disse Maria Gomes, que adiantou: “pretendo revalidar os títulos do Campeonato Nacional e da Taça de Portugal de Maratona em Sub-23 e conquistar nestas mesmas provas o título absoluto Sénior, que por pouco me escapou na última época. Quanto às restantes competições do calendário, os olhos estarão sempre postos no pódio Sub-23”.

No sábado a competição inicia-se às 8:30 horas com as largadas de 250 metros, que se prolongam até perto da hora de almoço.

Às 13:30 h arrancam as largadas de 2000 metros que em 2022 se efetuam com recurso a sistema de partida e com cinco atletas lado a lado.

De referir que esta prova será o primeiro momento de apuramento para a Taça de Portugal de Velocidade, de acordo com os novos regulamentos competitivos já em vigor.

Em competição vão estar cerca de 500 atletas em representação de mais de 40 clubes nacionais. Do Minho marcam presença o CN Prado, GCDR Geneses, CN Fão, CN Ponte Lima, Rio Neiva-ADA, DKC Viana, CF Merelim e Viana GC.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS