NATAÇÃO

Vitória SC sobe à 1.ª Divisão, Ana Rodrigues (EDV) com novo recorde

O Vitória SC assegurou esta tarde a subida ao Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de Clubes de Natação ao vencer a classificação masculina e terminando em terceiro em femininos no Campeonato Nacional de Clubes da 2.ª Divisão, que decorreu no Complexo de Desporto e Lazer de Estarreja.

O conjunto treinado por Rui Costa acabou por dominar o campeonato, vencendo a Estatísticas de Medalhas, com um total de 17 medalhas, sendo 10 de ouro, três de prata e quatro de bronze.

O Vitória SC venceu a classificação por equipas masculinas, com um total de 432 pontos, mais 89 pontos que o segundo o Ba-Leiria.

Em femininos, o Vitória SC foi terceiro, com 337 pontos, ficando a 18 pontos do primeiro lugar.

João Nogueira Costa venceu a Tabela por Pontos masculinas, com um total de 790 pontos, enquanto Tomás Teixeira foi segundo, com 765.

ANA RODRIGUES (EDVIANA) COM NOVO RECORDE NACIONAL

Ana Rodrigues, nadadora da Escola Desportiva de Viana, voltou a estar em grande evidência na sessão de hoje do Campeonato Nacional de Clubes ao bater o recorde nacional dos 50m Bruços.

A nadadora do clube de Viana do Castelo fez a marca de 30.70s, batendo um recorde que já lhe pertencia nos 50m Bruços, ela que venceu ainda os 200m Bruços.

Ana Rodrigues conquistou ainda os dois primeiros lugares da Tabela por Pontos, ao somar 812 pontos nos 100m Bruços e 805 nos 50m Bruços.

A Escola Desportiva de Viana sai deste Campeonato Nacional de Clubes da 2.ª Divisão com os objetivos alcançados. Para além dos dois recordes nacionais de Ana Rodrigues, a equipa vianense assegurou a manutenção, com as duas equipas a ficarem no top10.

A equipa feminina termina o campeonato na quinta posição, com 315 pontos, enquanto a equipa masculina obteve o nono lugar.

A ED Viana fez ainda quarto lugar na Estatística de Medalhas, com um total de set medalhas, quatro de ouro e três de bronze.

Em termos individuais e para além dos três ouros de Ana Rodrigues (100m Bruços, 50m Bruços e 200m Bruços), de salientar os terceiros lugares conquistados por Inês Amorim nos 100m Livres, Cristian Nieto nos 1500m Livres e Maria Sousa nos 50m Mariposa.

RAFAEL RIBAS: “FOI MAIS UM DIA CHEIO DE EMOÇÃO”

Rafael Ribas, treinador da ED Viana, começou por afirmar que “foi mais um dia cheio de emoção” e adiantou “a Ana Rodrigues bate novo Recorde Nacional aos 50m bruços com 30.70s. A equipa feminina fica em quinto e a masculina fica em nono lugar, superando o objetivo de fazer dois top 10. Fizemos top 5 e top 9”.

A acrescentar aos resultados coletivos: “tivemos uma elevada percentagem de recordes pessoais”, disse Rafael Ribas.

O treinador da ED Viana referiu que “estas foram umas provas de superação, resiliência e concretização”.

Quanto aos recordes conquistados por Ana Rodrigues… “foram o culminar de semanas de trabalho apontadas para esta prova. Estou muito satisfeito por termos atingido os nossos objetivos para este ano 2021”.

VIANA NC SEGURA MANUTENÇÃO

O Viana NC, que se apresentou com a equipa feminina, assegurou a manutenção na 2.ª Divisão. A equipa de Vânia Neves terminou o campeonato na 15.ª posição entre 22 clubes (descem os quatro últimos), com um total de 241 pontos.

O Viana NC viu ainda Daniela Ligeiro subir ao pódio, ao fazer segundo lugar nos 800m Livres.

No final do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão, Vânia Neves, treinadora do Viana NC, referiu que “o balanço é bastante positivo”.

A treinadora da equipa de Viana do Castelo considerou que “a equipa teve uma entrega fenomenal neste último dia de provas… e ainda tem uma boa margem de evolução. Estão de parabéns”.

Fotos: VSC, EDV, VNC

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS