CICLISMO

Francisco Cardoso (CC Barcelos): “fazer um Prémio HM Motor e Cidade de Barcelos cada vez melhor”

“Para o ano queremos fazer um Prémio HM Motor ainda melhor do que foi este ano, tal como o Prémio Ciclismo Cidade Barcelos, e, se calhar, realizá-lo um pouco mais cedo para podermos ter um maior número de atletas” foi assim que Francisco Cardoso, presidente do CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, começou por abordar a nova época desportiva.

Numa altura em que ‘desce o pano’ sobre a época de 2021, o CC Barcelos já está a trabalhar com vista ao futuro. Francisco Cardoso garante que “já está tudo pensado e em andamento”.

HM MOTOR MANTEM APOIO MAIS UM ANO

“O Prémio HM Motor vai continuar a contar com corridas de Cadetes e Juniores, tal como foi este ano, e o Prémio Ciclismo Cidade de Barcelos totalmente dedicado às Escolas”, referiu aquele dirigente, que assegurou que “continuamos a contar com o patrocínio da HM Motor, pelo menos por mais um ano… “.

De resto, o conjunto barcelense mantém em 2022 os patrocínios do HM Motor, a A.F.F. e Flynx “são os três patrocinadores muito importantes para a subsistência do Centro de Ciclista de Barcelos. Depois temos o Município Barcelos e IPDJ e são as cinco entidades que nos ajudam e que nos fazem ser sempre melhores, que nos levam a ser um clube em destaque a nível de Escolas”.

Francisco Cardoso lembrou que “o CC Barcelos foi dos poucos clubes a organizar Encontro de Escolas. A não ser as provas nacionais, nos regionais, que seriam suportadas pelos clubes, não existiram. Nós conseguimos fazer o ano passado e este ano”.

O Prémio Ciclismo Cidade de Barcelos, inteiramente dedicado às Escolas, realizou-se no domingo e marcou o encerramento da época.

PRÉMIO CICLISMO CIDADE BARCELOS “FIQUEI MUITO SATISFEITO”

Francisco Cardoso garante que “fiquei muito satisfeito com a forma como tudo correu. Não houve incidentes, nem acidentes, que é o principal, e, por isso, correu tudo bem”.

O presidente do CC Barcelos acrescentou que “desportivamente ficou dentro das nossas expetativas. Tenho a noção que se tivesse sido mais cedo talvez tivéssemos mais participantes, nesta altura já muitos miúdos pararam, mas não faltou entusiasmo e animação. Foi uma prova muito entusiasmante. Estou muito satisfeito”.

Na hora de fazer o balanço, o presidente do CC Barcelos fez questão de afirmar que a corrida só foi possível porque “temos uma equipa de trabalho fantástica. Só com uma grande equipa é que se consegue por um Prémio destes em pé e na estrada. Começamos a trabalhar muito cedo para ter tudo pronto para receber estes valorosos atletas”.

Francisco Cardoso considera que “os miúdos precisam disto… Este ano já tiveram algumas provas, mas esperemos que para o ano as coisas corram ainda melhor, que haja muitas mais provas”.

“Neste momento os miúdos já estavam cansados, porque esta semana tiveram três provas – Encontro Nacional, Encontro de Cantanhede e Prémio de Ciclismo Cidade de Barcelos -, foi um acumular de provas e com viagens muito grandes. Neste momento, eles estão cansados, mas felizes”.

“QUANDO SE LIDA COM ESTES MIÚDOS O BALANÇO É SEMPRE POSITIVO”

Para o presidente do CC Barcelos “foi fechar com chave de ouro. Foi um espetáculo. Penso que todos quantos aqui estiveram não saíram defraudados. Foi uma excelente tarde com estes miúdos”.

Que balanço faz da época? “O balanço é sempre positivo. Quando se lida com estes miúdos é sempre positivo. Tudo o que nós damos e fazemos por eles é sempre bom porque eles dão tudo pela nossa camisola e nós também temos a obrigação, pelo menos moral, para lhes dar tudo o que pudermos”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS