CANOAGEM

Duplas minhotas na luta pelas medalhas no Mundial de Maratonas

Duarte Lacerda e Ricardo Coelho, em C2, e Alfredo Faria e Miguel Rodrigues, em K2, entram em ação este domingo no Campeonato do Mundo de Maratonas, que decorre em Pitesti, na Roménia.

A dupla do CN Ponte de Lima são os primeiros a ir para a água. Duarte Lacerda e Ricardo Coelho, que se sagraram Vice-Campeões da Europa em julho na Rússia, têm a prova marcada para as 8.50 horas e vão à procura de um bom resultado, como referiu Ricardo Coelho antes da partida para o Mundial… “temos trabalhado muito, estou na minha melhor forma física, as sensações são boas e esperamos um grande resultado”.

ALFREDO FARIA E MIGUEL RODRIGUES COMPETEM EM K2

À tarde, pelas 14 horas é a vez de Alfredo Faria e Miguel Rodrigues, do Gemeses, entrarem em ação. O objetivo é, igualmente, fazer o melhor possível e quem sabe a Seleção Nacional não se despede do Mundial com mais medalhas.

MARIANA BARROS 19.ª EM K1

Mariana Barros, do Clube Náutico de Ponte de Lima, terminou hoje na 19.ª posição da prova de K1 Femininos.

A atleta minhota percorreu o trajeto em 2:15:58h, gastando mais 10m que a húngara Vanda Kiszli, que se sagrou Campeã do Mundo.

José Ramalho (CN Prado), em K1 Sénior, e Sérgio Maciel, canoísta do Viana GC, em C1 Sénior não terminaram as suas provas.

O canoísta de Viana do Castelo conquistou ontem a medalha de bronze em C1 Sub-23. Sérgio Maciel estreou-se em Sub-23 com a medalha de ouro no Campeonato do Mundo, realizado em Prado, e termina a categoria com a medalha de bronze.

José Ramalho sagrou-se na quinta-feira Campeão do Mundo de short race.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS