CANOAGEM

Rúben Vilas Boas (Gemeses): “é bom ser reconhecido por todo o trabalho feito”

Rúben Vilas Boas, canoísta do GCDR Gemeses, está convocado para integrar a Seleção Nacional Sénior, que vai participar no Campeonato do Mundo, que decorre na Dinamarca, entre os dias 16 e 19 de setembro.

Depois de ter participado no Campeonato do Mundo de Sub-23, que terminou na segunda-feira, o canoísta minhoto já integrou o estágio da Seleção Sénior, onde vai fazer equipa com os olímpicos João Ribeiro e Messias Batista e ainda Kevin Santos, no K4.

“É SEMPRE BOM SER CHAMADO À EQUIPA SÉNIOR”

Rúben Vilas Boas mostrou-se satisfeito com a chamada à Seleção Nacional Sénior…

“É sempre bom ser chamado à equipa Sénior, mais nomeadamente para integrar o K4”, começou por referir o canoísta de Esposende.

Rúben Vilas Boas considera que “é bom ser reconhecido por todo o trabalho feito ao longo do ano, e, por isso, acho que é uma excelente forma de terminar este ciclo olímpico”.

Rúben Vila Boas substitui no K4 o também minhoto e consagrado Emanuel Silva… “Nem de longe, nem de perto eu vou substituir quem quer que seja”, disse o atleta do Gemeses, que referiu que “somos quatro elementos que nunca remamos juntos e em posições totalmente ‘novas’ para cada um. Por isso, não vejo como uma substituição, mas como algo criado de raiz”.

“A MOTIVAÇÃO VEM DE TODAS AS VEZES QUE VOU A CASA…”

Rúben Vilas Boas esteve envolvido até segunda-feira no Campeonato do Mundo de Sub-23, mas garante que não se sente cansado, aliás “só a ideia de sair de um Mundial de Juniores/Sub-23 e passados uns dias voltar a competir novamente num Mundial de Seniores Absolutos, é motivador. Claro que estar envolvido em eventos deste nível é cansativo, no entanto, tive umas horitas para ir ao meu cantinho, Esposende. Essas horitas foram suficientes para ultrapassar o desgaste e clarificar as ideias para o objetivo”.

O canoísta minhoto garante que se sente motivado para mais este desafio… “a motivação vem de todas as vezes que vou a casa e vejo a confiança, o entusiasmo que as pessoas atribuem ao meu trabalho”. Depois “a época vai longa, sem dúvida, mas sei que estou nos dias finais, e é dar tudo por tudo. Tirar partido das boas sensações e isso já é mais de meio caminho andado”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS