CICLISMO

Pedro Miguel Lopes (Kelly) terceiro na Volta ao Futuro

Pedro Miguel Lopes, ciclista de Guimarães que alinha na Kelly/Simoldes/UDO, terminou na terceira posição a 28.º Volta a Portugal do Futuro, que terminou hoje com um contrarrelógio individual de 3,9 quilómetros, disputado entre Castelo de Vide e a Senhora da Penha.

Pedro Miguel Lopes fez o quinto melhor tempo no contrarrelógio, mas não conseguiu segurar o segundo lugar que tinha partido para a última etapa desta Volta a Portugal do Futuro.

O ciclista de Guimarães, que vestiu de amarelo na segunda etapa, garantiu, no entanto, a vitória na Geral por Pontos, conquistando assim a Camisola Verde. Pedro Miguel Lopes fez ainda terceiro lugar na Geral de Montanha.

DIOGO ALMEIDA NO TOP15

Diogo Almeida, famalicense que alinha na Porminho Team Sub-23, terminou a sua primeira Volta do Futuro no Top15.

O ciclista de Famalicão, que sofreu uma queda da etapa da manhã o que o levou a atrasar-se e a terminar no 18.º posto na quarta etapa, fez um bom contrarrelógio, percorrendo os 3,9 quilómetros em 8:18m, a 58s do vencedor Tiago Leal (Sicasal). Diogo Almeida termina em sétimo na Geral da Juventude.

O vianense Roberto Cardoso (Fortunna-Maia) termina a sua primeira Volta do Futuro no 22.º lugar e Hélder Gonçalves, barcelense da Kelly, concluiu a prova no 34.º lugar, ele que hoje fez oitavo lugar na etapa da manhã e 14.º lugar no contrarrelógio.

Diogo Costa, limiano do Fortunna-Maia, foi 51.º, João Salgado (Kelly) terminou em 52.º e Ricardo Machado (Kelly) fez 59.º lugar.

Fotos: VP

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS