NATAÇÃO

Ponte Barca recebe ‘Regional’ da AN Minho

Ponte da Barca é o palco do Campeonato Regional de Infantis, Juvenis e Absolutos da Associação de Natação do Minho, que se iniciam esta tarde, a partir das 18 horas, e terminam no domingo.

Serão quatro dias de intensa atividade e luta pelos títulos de Campeão Regional.

O SC Braga é o clube que se apresenta com a maior comitiva, 41 nadadores e muitos candidatos às medalhas e aos títulos.

O Viana NC leva 27 nadadores e ED Viana 21. A ED Limiana participa com 14 nadadores; Amigos da Montanha e SC Caminhense apresentam-se com 12 nadadores cada e a AD Ponte Barca leva quatro nadadores.

Numa competição com um total de 133 atletas e sete clubes minhotos, de salientar ainda a presença de uma nadadora individual, Mafalda Vieira, e da participação do CD Estarreja.

LUÍS CAMEIRA: “TENTAR CONQUISTAR O MAIOR NÚMERO DE TÍTULOS E PÓDIOS”

Avaliar o estado de forma dos nadadores, bem como conquistar o maior número de títulos e pódios é a grande meta do SC Braga para estes Campeonatos Regionais.

O SC Braga apresenta-se com a maior comitiva, mas conta com algumas baixas…Tamila Holub e José Paulo Lopes estão na fase de preparação para os Jogos Olímpicos e “temos um ou outro nadador em confinamento, outros a preparar os exames do 11.º ano, mas mesmo assim levamos um grupo alargado e com muita vontade”, disse Luís Cameira, treinador do SC Braga.

Luís Cameira salientou que “a equipa vai apresentar-se cansada, pois temos trabalhado muito com vista aos Campeonatos Nacionais que se realizam em breve”, mas “o objetivo é avaliar como competem cansados. Se tiverem um bom desempenho, então podemos esperar uma boa atitude nos Campeonatos Nacionais”.

Para além de “avaliar o estado de forma dos nadadores”, o SC Braga parte também “com o objetivo de conquistar o maior número de títulos e medalhas. Temos bons nadadores e vamos tentar vencer em todas as categorias”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS