CICLISMO

João Salgado (Kelly) confiante para a sua estreia na Volta ao Futuro

João Salgado, ciclista de Guimarães que alinha na Kelly/Simoldes/UDO, estreia-se este ano na Volta a Portugal do Futuro, competição que vai para a estrada já esta quinta-feira em Águeda.

Pela frente o pelotão de Sub-23 tem quatro dias de prova e cinco etapas, iniciando-se em Águeda, um circuito com 133 quilómetros, e terminando no domingo à tarde, com um contrarrelógio de 8.4 quilómetros em Castelo de Vide.

João Salgado mostra-se agradado por participar na prova, que o ano passado não se realizou devido à pandemia. “Esta é a minha primeira Volta a Portugal do Futuro, era uma corrida que eu desejava fazer há algum tempo…”, começou por referir o ciclista de Guimarães, que adiantou que “sinto-me preparado e pronto para disputar esta Volta”.

 

“O OBJETIVO PRINCIPAL É CONSEGUIR TRAZER A VITÓRIA PARA A EQUIPA”

 

Quanto a objetivos, João Salgado afirmou que “ficar no top10 já seria bastante positivo”, mas salientou que “o objetivo principal é conseguir trazer a vitória para a equipa e eu quero poder dar o meu contributo para que isso seja possível”.

Como te encontras nesta altura e depois de tantas e tão intensas corridas? “Felizmente tenho corrido bastante e acho que isso tem sido benefício para mim. Tem ajudado a que eu esteja numa boa forma física neste momento”.

Quanto ao percurso da 28.ª Volta a Portugal do Futuro, João Salgado considerou que “parece-me um pouco idêntico às Voltas anteriores. Tem um último dia duro, com uma etapa curta, mas bastante dura da parte da manhã e um contrarrelógio da parte da tarde que de rolante tem muito pouco”.

João Salgado parte confiante para a prova destina aos Sub-23… “estou bastante confiante. Temos uma equipa forte e acho que podemos alcançar um bom resultado”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS