CICLISMO

Ilda Pereira (Casa Myzé) e José Pacheco (SPAC BTT) vencem em Castro Daire

Ilda Pereira, da Casa Myzé Team, e José Pacheco, do SPAC BTT, saíram vitoriosos das suas categorias da primeira prova da Taça de Portugal de Maratona BTT (XCM), disputada em Castro Daire.

Na primeira prova nacional de BTT XCM foram vários os ciclistas dos clubes do Minho a subirem ao pódio.

O destaque vai para a vimaranense Ilda Pereira, da Casa Myzé Team, que venceu a prova de Elites, com o tempo de 3:27:24h, deixando a sua mais direta perseguidora, Ana Antunes (Ser e Parecer Publicidade-Cycling Projet) a mais de cinco minutos.

Marta Branco, ciclista de Guimarães que alinha na AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde) terminou na sétima posição.

José Pacheco, da SPAC BTT, subiu ao mais alto lugar do pódio em Master 35, ele que gastou 4:14:19h para percorrer o traçado da prova. Na segunda posição, ficou José Lourenço, também da equipa de Ponte de Lima.

Neste escalão de salientar ainda o sexto lugar do ciclista de Joane Manuel Pereira (Averomar BTT), o oitavo lugar de André Araújo (SPAC BTT), enquanto Jorge Sousa (MonçãoBike/ LusoPrint/ Bombos S. Sebastião) foi 17.º.

DAVID VAZ SEGUNDO EM ELITES

David Vaz, ciclista de Viana do Castelo que alinha como Individual, esteve em grande destaque na prova de Elites desta primeira prova da Taça de Portugal de Maratonas.

O ciclista vianense fez segundo lugar, com o tempo de 4:06:48h, ficando a cinco minutos de Andrew Henriques, do BTT Loulé/Elevis.

Carlos Cruz, da SAERTEX Portugal – Edaetech, sai de Castro Daire com o oitavo lugar, enquanto Ivan Sá (MonçãoBike/ LusoPrint/ Bombos S. Sebastião) terminou em 14.º.

Em Master 30 o destaque vai para Tiago Ribeiro, da SAERTEX, que terminou na segunda posição, enquanto Tiago Castro (SPAC BTT) foi quarto classificado. Também da equipa limiana Valter Lima (oitavo) e Vítor Melo (10) terminaram no Top10.

Tiago Moreira (Bombos S. Sebastião) e Nuno Ribeiro (União Ciclista de V.N.Famalicão-C.C.Avidos) ficaram no top20.

Pedro Dias, da SPAC BTT, subiu ao terceiro lugar do pódio em Master 45, tendo ficado a sete minutos do vencedor José Magalhães (Guilhabreu BTT).

Esmeraldo Lopes (SAERTEX) terminou no 14.º lugar, Luís Sousa (Bombos S. Sebastião) foi 16.º e Tierri Mendes (SAERTEX) foi 18.º.

Em Master 50, Carlos Soares (SAERTEX) terminou na terceira posição e Francisco Branco (AXPO) fez 11.º lugar. Em Master 55 Joaquim Batista (Averomar) faz terceiro lugar.

António Melo (SAERTEX) foi terceiro em Master 60, enquanto o seu colega de equipa Manuel Pinto terminou em quarto lugar. e Hugo Frade venceu em Paraciclismo C.

RAQUEL MARQUES TERCEIRA EM MASTER 40

Em Master femininas, de destacar Raquel Marques, ciclista de Barcelos que enverga as cores da AXPO, fez terceiro lugar em Master 40, gastando mais 17m que a vencedora, Raquel Santos, do BTT Seia.

Virgínia Moreira, da SAERTEX Portugal/Edaetech, terminou na sexta posição.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS