BASQUETEBOL

Vitória SC derrotado na Taça de Portugal

O Vitória SC saiu derrotado da sua segunda final da Taça de Portugal feminina de Basquetebol. A equipa treinada por Rui Costa defrontou o Benfica e perdeu, por 63-85.

O conjunto treinado por Rui Costa entrou muito mal no jogo, distanciando-se daquilo que tem demonstrado na Liga Shoiy e que conseguiu fazer nas meias finais frente ao GDESSA. Foi um Vitória SC nervoso, ansioso e incapaz de por em campo os processos tanto defensivos como ofensivos.

No primeiro período, e numa fase em que as equipas não arriscaram tudo, o Vitória SC apenas conseguiu marcar sete pontos, contra 15 do Benfica.

A diferença pontual acentuou-se no segundo quarto, com o Benfica a ganhar por 16-30, e a chegar ao intervalo a ganhar por mais de 20 pontos (23-45).

Ao intervalo, Rui Costa conseguiu corrigir algumas coisas e a verdade é que o Vitória SC venceu o terceiro quarto por 24-16.

No quarto e último período o Benfica voltou a assumir o jogo e venceu por 16-25.

O Benfica conquista pela primeira vez na sua história a Taça de Portugal e o Vitória SC vira-se agora para o seu grande objetivo, a conquista da Liga Shoiy.

 

RUI COSTA: “NÃO FOI O RESULTADO QUE QUERÍAMOS”

 

“Naturalmente não foi o resultado que queríamos e o processo também não foi o que pretendíamos” começou por afirmar Rui Costa, treinador do Vitória SC, que explicou que “não entramos bem no jogo, entramos muito nervosos e não conseguimos por em prática o nosso jogo. O Benfica soube aproveitar esse momento e construir, na primeira parte, uma vantagem muito difícil de ultrapassar”.

O treinador do Vitória SC salientou que “nós nunca baixamos os braços, nem a cabeça, tentamos tudo para dar a volta ao resultado, mas a verdade é que o Benfica esteve muito bem e não nos deixou fazer melhor”.

Interrogado sobre as razões do nervosismo da sua equipa, Rui Costa referiu que “acho que foi provocado pela sede de vencer…isso faz parte e é positivo, toda a equipa queria vencer, mas temos que saber por em prática essa ansia. Temos de trabalhar melhor esse aspeto. O que aconteceu é que a ansia de vencer era grande e ao mesmo tempo havia o medo de errar e acabamos por não conseguir fazer o que sabemos”.

Considerando que “as derrotas fazem parte do processo e ajudam-nos a crescer”, Rui Costa referiu que a equipa tem agora dois caminhos: ou reage e dá a resposta com trabalho ou não… “Espero que este derrota afete a equipa, que meta a mão na consciência e perceba o que não podemos repetir. A última vez que perdemos com o Benfica, para o campeonato, estivemos 10 jogos sem perder…Agora há que regressar ao trabalho, ser fortes e dar a resposta em campo já nos próximos jogos. A Taça de Portugal está terminada, mas ainda temos um campeonato para tentar ganhar”.

Fotos: FPB, VSC

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS