Sem categoria

Hugo Maia com experiência internacional adiada

Hugo Maia, jogador do Clube de Ténis de Braga, viu adiados os seus sonhos e a possibilidade de ter uma experiência internacional devido à pandemia que assola o mundo. O jogador bracarense recebeu um convite de um clube alemão para disputar o Campeonato Interclubes, mas a pandemia do coronavírus adiou a experiência.

“Eu tinha sido contactado por um clube alemão para fazer o Campeonato Interclubes na Alemanha”, refere o jogador do Clube de Ténis de Braga, que adiantou que “ia ser uma experiência incrível, que me ia proporcionar a possibilidade de competir a um nível elevado durante várias semanas”.

 

TORNEIOS SUSPENSOS

 

Para além da experiência internacional, Hugo Maia viu adiada outras competições… “tinha previsto fazer dois torneios de 15.000 dólares, torneios que, tal como os do Algarve, dão pontos para o ATP”. Além disso, “perdi o Regional, marcado no início de abril e alguns torneios seniores, em Miramar, Oeiras e Viseu, entre outros”.

A última prova onde Hugo Maia participou antes da paragem da competição foi um torneio do calendário do ITF Men’s World Tennis Tour, realizado em Faro. O bracarense não foi feliz no sorteio do ‘qualifying’ que lhe colocou pela frente o russo Alexander Chepik, com quem perdeu por 6/1; 5/7 (2/10).

 

HUGO MAIA SEGUE PLANO DE TREINOS…

E MATA SAUDADES DO TÉNIS EM CASA

 

Hugo Maia, tal como todos os desportistas e a população em geral, cumpre agora um período de isolamento que o tem impedido de treinar normalmente e da forma que mais gosta. Apesar das idas até aos ‘courts’ do clube estarem suspensas Hugo Maia não descura a preparação.

“O Hélder Araújo, nosso treinador, manda-nos um plano semanal, com exercícios diferentes, para irmos fazendo e não perdermos muito a nossa forma física. Eu, pessoalmente, faço esses exercícios e depois, em casa, tenho um espaço ao ar livre que me permite ter uma rede de mini-ténis, e consigo sempre, com a ajuda do meu pai, fazer umas direitas, umas esquerdas… Tento também fazer o máximo de exercícios para perder o menos possível a minha condição física” esclarece o jogador do Clube de Ténis de Braga.

 

ESPERANÇA QUE OS TREINOS REGRESSEM EM SETEMBRO

 

Sobre o regresso aos treinos, Hugo Maia recorda que no ténis não há um contacto muito próximo entre os atletas, o campo, por norma ao ar livre, apenas ocupado por dois jogadores, com a presença do treinador, sem público, o que pode ser um argumento para que os treinos regressem mais cedo que em modalidades coletivas, de pavilhão, e com maior contacto físico.

“Acredito que em setembro já vamos poder treinar. Em termos de competição, não será fácil… Principalmente os torneios internacionais que envolvem jogadores de vários países”, recorda Hugo Maia. Até lá, continua a cumprir o plano de treinos, na expectativa de um regresso próximo.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS