CICLISMO

Tiago Machado no Top10 da Clássica da Primavera

Tiago Machado, ciclista de Famalicão que alinha pela EFAPEL, terminou no Top10 na XXIV Clássica da Primavera, que se realizou este domingo na Póvoa de Varzim.

A prova, que se disputou em circuito e que teve na subida em empedrado para o Monte Félix o seu ponto nevrálgico, foi bastante movimentada, e logo na primeira volta o pelotão partiu-se, com um grupo a avançar e à procura das melhores posições.

Neste grupo seguia o famalicense Tiago Machado, que cortou a meta na nona posição, a nove segundos do vencedor, Luís Gomes (Kelly/InOutBuild/UDO). Tiago Machado esteve bastante interventivo na corrida e conseguiu mesmo ir pontuando quer para o Prémio de Montanha – foi segundo no PM aos 111,5km -, quer nas Metas Volantes, venceu quatro e ficou em segundo noutra, conquistando assim a geral das Metas Volantes.

TIAGO MACHADO “CUMPRI O MEU DEVER”

No final da prova, Tiago Machado mostrou-se satisfeito com o resultado final desta Clássica da primavera.

“Foi uma prova que tive sensações agradáveis, cumpri o que o meu diretor pediu. Ajudei no que podia o Rafa a disputar a prova! Ainda consegui ganhar as metas volantes e chegar no grupo restrito que disputou a etapa”.

João Benta, esposendense que alinha na Rádio Popular – Boavista, cortou a meta na 13.ª posição com o mesmo tempo de Tiago Machado, tal como o vimaranense e Campeão Nacional José Mendes (W52 – FC Porto).

Vinício Rodrigues (Rádio Popular – Boavista) foi o melhor ciclista minhoto entre os Sub-23. O ciclista dos Arcos de Valdevez terminou a corrida no Top30, a 10.46m do vencedor.

João Matias, barcelense da Aviludo-Louletano, fez 32.º lugar, enquanto Daniel Dias (Sicasal-CM Torres Vedras) foi 34.º e João Salgado, vimaranense da JV Perfis – Gondomar Cultural, fez 35.º lugar e Iúri Leitão, vianense dos Supermercados Froiz, foi 36.º.

O pelotão nacional de estrada volta a reunir-se domingo, na Clássica da Arrábida, prova internacional que liga Setúbal a Palmela.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS