FUTSAL

Piratas de Creixomil Campeões Inter-Distritais de Juvenis

Os Piratas de Creixomil sagraram-se Campeões Inter-Distrital de Futsal Juvenis masculinos da Associação de Futebol de Braga/AF Viana do Castelo.

No jogo que decidia o título, a equipa de Júlio Graça jogou em Frossos e bateu a Lusa-AD Braga por 3-1, com três golos de Nuninho.

No rescaldo de mais um título – os Piratas já tinham vencido o campeonato na época passada – Júlio Graça mostrou-se satisfeito e referiu que “como esperado foi um jogo de grande dificuldade e para nós só nos interessava um único resultado, que era a vitória”.

 

JÚLIO GRAÇA “FOMOS A MELHOR EQUIPA”

 

 “A Lusa tinha dois resultados que lhe serviam: o empate ou a vitória. A Lusa esperou sempre pelo nosso erro nunca arriscando. Nós, como é hábito, somos uma equipa que pressiona muito e este jogo não fugiu à regra. Na primeira parte entramos um pouco nervosos, mas mesmo assim poderíamos ter ido para o intervalo com outro resultado”, disse Júlio Graça, que adiantou: “depois do intervalo retificamos algumas coisas. O mais importante era manter a calma porque sabíamos que o golo ia acabar por entrar. Durante os sessenta minutos fomos a melhor equipa em todos os momentos do jogo”.

 

“TINHAMOS A RESPONSABILIDADE DE LUTAR PELO TÍTULO”

 

Em relação ao campeonato, Júlio Graça referiu que “temos sempre a responsabilidade de lutar pelo título e este ano ainda com mais porque no ano anterior tínhamos sido campeões. Devido aos moldes do campeonato, de ser só a uma volta, o sorteio não nos foi favorável porque defrontamos fora as equipas, teoricamente favoritas. Sabíamos que ia ser um campeonato muito difícil, nós estávamos a construir uma equipa nova e com pouca experiência neste escalão. Começamos o campeonato com uma derrota, foi a pior forma de começar, mas todos nós sabíamos do nosso valor, com muito trabalho e uma grande união de grupo rapidamente os resultados começaram a aparecer. Os números falam por si, fomos a equipa com mais números de golos marcados e menos sofridos”.

Júlio Graça lembrou ainda o jogo que marcou a equipa “o ponto chave do campeonato para nós foi o empate de 5-5 no Contacto. Aí o grupo traçou um objetivo: ganhar os jogos todos até ao final do campeonato, porque isso nos levaria ao título. Acreditávamos muito em nós”.

 

“ATLETAS NA SELEÇÃO”

 

O treinador do Piratas e Creixomil lembrou ainda que “temos bons jogadores. Tivemos três atletas na seleção distrital, que fez uma grande campanha no torneio Interassociações de futsal sub-17. Os jogadores sabem que agora vão disputar a Taça Nacional e temos aqui a oportunidade de tentar subir ao Nacional Sub-17, algo único, e que é uma grande montra para se mostrarem”.

 

AFONSO MACHADO “TEMOS UM GRUPO FANTÁSTICO”

 

“Temos um grupo fantástico a todos os níveis” foi assim que Afonso Machado, capitão de equipa dos Piratas de Creixomil comentou a conquista do título de Campeão Inter-Distrital.

Aquele jogador referiu ainda que “foram muitos os bons momentos que vivemos durante a época, mas para mim um dos momentos mais altos da equipa foi o jogo com o Vermoim onde demonstramos a nossa garra e união, que nos levou a acreditar cada vez mais na conquista”.

Afonso Machado lembrou que nem tudo foi fácil: “no início do campeonato tivemos algumas dificuldades em assimilar as ideias e ensinamentos do mister Júlio Graça. Limadas as arestas, com a qualidade e união deste fantástico grupo, fizemos exibições de grande nível que nos levou a conquistar o título”.

Agora vem aí a Taça Nacional: “esperamos jogos com um grau elevado de dificuldade, mas procuraremos dar o nosso melhor e vencer. Para isso contamos com o apoio do nosso público, aliás eles foram fundamentais na conquista do título. Para eles o nosso muito obrigado pelo apoio”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS