CICLISMO

Pedro Miguel Lopes na fuga do dia no Campeonato da Europa

Pedro Miguel Lopes, ciclista de Guimarães que se encontra ao serviço da Seleção Nacional, esteve em destaque na prova de Fundo do Campeonato da Europa de Ciclismo de Estrada, que se está a disputar em Plouay, na região francesa da Bretanha.

Num dia bastante chuvoso e ventoso, a tirada, de 136,6 quilómetros, ficou marcada pelos ataques, que se fizeram sentir logo nos primeiros quilómetros. Pedro Miguel Lopes foi um dos ciclistas mais mexidos e integrou a fuga do dia, que decidiu a discussão das medalhas. O ciclista vimaranense acabou por abandonar, devido a cãibras.

“A CORRIDA FOI BASTANTE INTENSA”

Pedro Miguel Lopes referiu que “a corrida foi bastante intensa desde o início. Sempre a ritmos elevados” e adiantou: “a estratégia passava por tentar colocar alguém na fuga principal o que acabei por fazer. Quando ia na fuga surgiram algumas mudanças de ritmo em que me senti bem, mas a entrar para a última volta o desgaste já era enorme e íamos a andar a imensa velocidade, acabei por ter imensas cãibras que impossibilitaram de acabar a corrida”.

“No final o nosso colega Miguel Salgueiro salvou a situação” disse Pedro Miguel Lopes, lembrando que Miguel Salgueiro acabou no top10.

“ESTOU UM BOCADO DESILUDIDO”

Pedro Miguel Lopes mostrou-se um pouco desgastado com a forma como acabou a corrida: “estou um pouco desiludido, pois treinei imenso para estar bem e estava no sítio certo à hora certa”.

Interrogado sobre se a falta de provas em Portugal acabou por pesar na corrida de hoje, Pedro Miguel Lopes referiu que “é sempre bom competir, ajudava a ganhar mais ritmo competitivo, mas como treinei bem penso que isso não teve grande influência” e adiantou: “cometi alguns erros dentro da corrida que tiveram mais influência que a falta de competição”. Para Pedro Miguel Lopes “fica a experiência”.

Quanto aos restantes atletas que estiveram a representar a seleção Nacional nestaprova de Sub-23, Miguel Salgueiro foi o nono classificado, a 4 segundos do vencedor. Guilherme Mota terminou no 70.º, a 55 segundos, e Afonso Silva foi 83.º, a 2m52s.

A medalha de ouro foi conquistada pelo norueguês Jonas Iversby Hvideberg, secundado pelo dinamarquês Anthon Charmig e pelo checo Vojtěch Řepa

FÁBIO FERNANDES CORRE ESTA SEXTA-FEIRA

Fábio Fernandes, ciclista da EFAPEL que conquistou a Taça do Minho de Juniores na época passada, alinha esta sexta-feira na prova de Fundo do escalão de Juniores.

Também na prova de Juniores, que tem uma extensão de 109,2 quilómetros e vai para a estrada às 10.20h, participa João Ferreira (AJA).

Às 8 horas inicia-se a prova de Juniores Femininas, com a participação de Beatriz Roxo e Daniela Campos, que têm pela frente 68,25 quilómetros.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS