BASQUETEBOL

João Miguel Noivo à frente dos Sub-18 do SC Braga

João Miguel Noivo assume a equipa de Sub-18 masculinos do SC Braga Basquetebol. Depois de se ter sagrado Bi-Campeão Distrital de Sub-16 da Associação de Basquetebol de Braga, o técnico sobe de escalão com o firme objetivo de lutar pelas melhores classificações e marcar presença nas competições nacionais.

João Miguel Noivo vai contar com uma boa parte dos atletas com quem trabalhou nos últimos anos, que também sobem de escalão, e ainda com um grupo que se mantém nos Sub-18. A seleção só será feita depois do início dos trabalhos, que ainda não tem data prevista devido à impossibilidade de se usar os pavilhões.

“ESTOU MOTIVADO COM ESTE NOVO ESCALÃO”

João Miguel Noivo recebeu o desafio para assumir os Sub-18 com satisfação e diz-se “motivado” para trabalhar e lutar pelos títulos…

“Foi uma proposta com base no seguimento do trabalho realizado com este grupo. O clube demonstrou agrado com os resultados alcançados e quis que eu desse continuidade ao percurso de formação destes jovens. Sinto que o clube sempre apoiou o trabalho dos treinadores e, por isso, estou motivado com este novo escalão”, começou por referir João Miguel Noivo.

“OS OBJETIVOS SÃO SEMPRE IR O MAIS LONGE POSSÍVEL”

Quanto aos objetivos para a nova temporada, aquele treinador não tem dúvidas: “os objetivos são sempre ir o mais longe possível e trabalhar mais e melhor todos os dias. Ambicionamos jogar nas competições nacionais, mas na primeira fase temos o Campeonato Distrital como foco. Consoante os resultados obtidos definimos os próximos objetivos”.

Tendo sido Campeão dois anos seguidos, em Sub-16, poderemos pensar que o SC Braga é, este ano, o favorito na corrida pelos títulos em Sub-18?

“Poderemos contar com o SC Braga como candidato ao título, mas a equipa e o trabalho realizado é que vão ditar se somos favoritos ou não. As equipas do distrito têm vindo a aumentar a qualidade, por isso acredito num campeonato equilibrado até ao último jogo”.

SELEÇÃO DOS ATLETAS PREVISTAS PARA O ARRANQUE DOS TRABALHOS

Sobre a equipa que vai ter ao seu dispor, João Miguel Noivo salientou que “a equipa ainda não está definida na totalidade. Temos muitos atletas a subir dos Sub-16 com qualidade, mas também há atletas Sub-18 que permanecem na equipa, por isso, só com o início da pré-época é que será possível observar e selecionar os que estão mais aptos a jogar no escalão de Sub-18. Até ao momento ainda não tive conhecimento de nenhum atleta novo, mas até ao início da época muita coisa pode mudar”.

João Miguel Noivo tem estado mais centrado nos Campeonatos de Sub-16, mas assegura que tem uma ideia do que é a competição em Sub-18.

“O que me ocorre logo é que é mais físico em relação aos Sub-16, os jogadores já apresentam outra disponibilidade física e isso obriga a um jogo mais rápido e com mais contactos. Também têm outra maturidade, o que permite às equipas preparar mais soluções de forma a criar mais dificuldades aos adversários”, referiu João Miguel Noivo, que adiantou: “de uma forma geral, diria qualquer que seja a competição é sempre mais desafiante em relação à mesma competição do escalão inferior”.

“NOS NACIONAIS A QUALIDADE É SEMPRE MAIOR DO QUE ENCONTRAMOS NA FASE INICIAL”

Interrogado sobre até onde pode chegar o SC Braga nos ‘nacionais’, o treinador bracarense salientou que “se conseguirmos alcançar as competições nacionais, quereremos sempre ir o mais longe possível, contudo a qualidade é sempre maior do que encontramos na fase inicial, o que nos obriga desde cedo a trabalhar para jogar ao nível necessário” e acrescentou: “é sempre complicado traçar objetivos mais concretos, por nunca sabermos ao certo os adversários que vamos encontrar numa fase tão precoce”.

O SC Braga ainda não tem data prevista para o arranque dos trabalhos: “ainda não temos data para o regresso dos treinos em equipa, mas quando esta fase difícil terminar tudo retornará à normalidade”.

“Tenho falado com parte dos atletas e eles têm continuado a praticar atividade física e feito o plano que traçámos após o cancelamento dos treinos” disse aquele técnico, que adiantou que “quando retomarmos os treinos iremos realizar uns testes físicos de forma a fazermos uma avaliação e ficarmos com uma perceção dos ajustes necessários ao trabalho definido”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS