BASQUETEBOL

Nuno Correia (FamaBasket): “este grupo fez por merecer esta oportunidade”

O Famabasket vai estrear-se, no fim de semana, na Final 4 da Taça do Minho em Sub-16 masculinos da Associação de Basquetebol de Braga.

A equipa orientada por Nuno Correia assegurou a presença na Final 4 ao bater, nas Eliminatórias, o CB Viana B (75-31 e 14-79), depois de ter alcançado o terceiro lugar na Série A, com cinco vitórias em 10 jogos.

Nuno Correia, treinador da equipa de Sub-16 do FamaBasket, considera que “o grupo fez por merecer esta oportunidade” e, por isso, encara esta Final 4 “sem receios… seguimos os nossos conceitos, as nossas regras e, porque não temos nada a temer, é um momento para tirar o proveito da experiência”.

O treinador do FamaBasket afirmou que “o objetivo desta equipa técnica, era o de evoluir e preparar um grupo de atletas para a próxima época, para o escalão de Sub-18. Estes atletas só souberam da possibilidade da disputa desta Final 4, no fim de semana passado, quando defrontamos o CB Viana. Isso demonstra que o nosso foco estava no ‘jogo a jogo’, e é neste contexto que estamos preparados para realizar mais dois jogos”.

“ESTES MIÚDOS ESTIVERAM MUITO BEM”

Num ano, que ficou ainda fortemente marcado pela pandemia, Nuno Correia lembra que “dos 19 atletas inscritos, 13 deles não têm qualquer experiência de Minibasquete e foram poucos os que tiveram oportunidade de competir em Sub-14. Dos seis mais experientes, quatro são Sub-16 de primeiro ano”.

Apesar da inexperiência da equipa, as taxas de assiduidade aos treinos “foram sempre muito altas”, disse Nuno Correia, que adiantou que “muitas pessoas, mesmo próximas do nosso grupo, previam uma época difícil, mas os miúdos estiveram muito bem. Sempre em evolução, adquirindo novos conceitos de jogo, sendo capazes de agir como uma verdadeira equipa, eles acreditaram na mensagem dos treinadores, o que facilitou bastante os processos… e a nossa imagem de marca é a garra, entrega e o empenho”.

“O MAIOR DESAFIO… INTEGRAR OS NOVOS ATLETAS QUE FORAM CHEGANDO”

Qual foi a maior conquista esta época e o maior desafio? “A maior conquista…foi receber o reconhecimento de treinadores adversários relativamente ao desenvolvimento do grupo ao longo dos meses… E perceber que foi possível incutir uma atitude muito competitiva, viril…”, disse Nuno Correia.

“O maior desafio…Integrar os novos atletas que foram chegando, todos eles sem qualquer experiência na modalidade. Orgulho-me de nunca ter posto ninguém de parte, quem quer integrar o nosso grupo é aceite, integrado e devidamente ajudado, os frutos aparecem depois”.

O FamaBasket tem um grande desafio pela frente – a Final 4 da Taça do Minho -, mas Nuno Correia recusa a ideia de que o balanço só será positivo se ganhar… “pôr o foco do sucesso só na vitória acho redutor… Vamos manter a atitude e o empenho, vamos jogar respeitando o nosso trabalho semanal, isso, para mim já é suficiente, trabalhamos para ganhar, sempre”.

“MANTENDO A DEDICAÇÃO VÃO EVOLUIR MUITO MAIS”

Quanto ao futuro, o treinador do FamaBasket referiu que “este grupo, na sua grande maioria, será Sub-18 e terá uma tarefa muito complicada pela frente, mas mantendo a dedicação, vão evoluir muito mais, necessariamente, com outro treinador, pois não acompanharei este grupo”.

Nuno Correia salientou que “este grupo, como outros, têm-me dado um gosto enorme liderar, mas eu sou da opinião de que os atletas evoluem mais se conviverem com vários treinadores, alguns destes miúdos estão comigo há três anos…, por esse motivo, tenho de os ‘largar’…”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS

Quer promover o seu evento?
Contacte-nos...