VOLEIBOL

Hélder Andrade (Vitória SC): “é uma final, a motivação está lá em cima e o objetivo é ganhar”

O Vitória SC defronta esta tarde, a partir das 15 horas, o Sporting, no terceiro e decisivo jogo da final da Taça Federação da Liga Lidl feminina de Voleibol.

Depois de ontem terem garantido a realização do terceiro jogo e, consequentemente, o direito de lutar pela Taça Federação, Hélder Andrade não tem dúvidas: “vamos lutar para ganhar o jogo e levar o Troféu para Guimarães”.

É um troféu merecido por tudo aquilo que conseguiram fazer esta época e pelo que passaram? “O merecimento no volei depende da forma como se joga. Quem jogar melhor ganha…” disse o treinador do Vitória SC, que adiantou que “estamos super orgulhos do que fizemos esta época e encaramos esta Taça como o culminar de uma etapa e, mais do que justo, ganhar a Taça era um prémio pelo nosso trabalho, dedicação e esforça das atletas”.

“ESTA TAÇA É UMA META QUE TEMOS”

Afirmando que “esta Taça é uma meta que temos”, o treinador do Vitória SC salientou que “passamos o primeiro obstáculo e mais do ganhar, este jogo era uma questão de sobrevivência… tínhamos de ganhar para empatar o play-off. Agora é lutar pela vitória na final”.

Quanto ao jogo de hoje: “é uma final, a motivação está lá em cima e o objetivo é ganhar”, afirmou Hélder Miranda, para quem o importante agora recuperar as atletas para esta final”.

Sobre o jogo de ontem, que deu ao Vitória SC a oportunidade de disputar a final, o treinador vitoriano salientou que “ambas as equipas cometerem mais erros do que é normal. Acho que nós quase sempre entramos mal nos sets e isso fez com que andássemos atrás da vantagem do Sporting”.

Hélder Miranda explicou que “no primeiro set o Sporting foi um justo vencedor, nós cometemos muitos erros no ataque. No segundo set estivemos bem até ao 16/17 pontos e conseguimos trabalhar a parte de bloco e transição e isso fez-nos ganhar o set, mas penso que terceiro foi o mais bem conseguido. Estivemos bastante estáveis até ao final… nos últimos pontos não estivemos tão bem…”.

“O quarto set, mais do que o mérito do Sporting, que o teve, foi mal jogado da nossa parte e isso levou-nos para a negra”, disse o treinador do Vitória SC, que considera que “na negra tivemos uma atitude muito resiliente, nunca desistimos e acabamos por controlar a negra, praticamente, toda”.

CANSAÇO E FANTASMAS…

O jogo decisivo realiza-se 24 horas depois do jogo dois e numa fase da época já adiantada. AS equipas podem aqui algum cansaço. “Pelo menos da nossa parte ninguém vai encarar o jogo de forma saturada ou cansada. É uma final e todas vão querer jogar, toda a gente está motivada e com vontade de ganhar”.

O Vitória SC esteve presente, recentemente, numa outra final – Taça de Portugal – e deixou-a escapar… Essa situação pesa na mente da equipa?

“É bem verdade que passamos por esse momento… mas o contexto é completamente diferente. Primeiro existe a aprendizagem, quando mais finais jogares, melhor vais encarar e jogar as próximas. Depois foi um fim de semana em que, recordo-me, terminamos o jogo muito tarde, a euforia foi diferente e era uma competição diferente, em que existiam várias equipas. Aqui é um play-off, com a mesma equipa. Não há qualquer tipo de fantasmas do passado. Aquele foi um momento, aprendemos com ele e vamos agora tentar obter um resultado diferente”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS