VOLEIBOL

Leonor Coelho e Ana Rita Novais (SC Braga) no estágio da Seleção Nacional Sénior

Leonor Coelho e Ana Rita Novais, do SC Braga, estão convocadas para participar no Estágio da Seleção Nacional Sénior feminina de Voleibol, que se realiza em Santo Tirso a partir de nove de maio.

O estágio tem em vista a participação da Seleção Nacional no na Silver League e Qualificação para o EuroVolley 2023.

LEONOR COELHO DAS JUVENIS PARA AS SENIORES

Leonor Coelho, atleta de Amares que alinha no SC Braga, tem 15 anos de idade e este ano tem-se dividido entre a equipa de Juvenis, que já está apurada para a Final8, e as Juniores.

A atleta amarense é uma presença assídua nas Seleções de Formação, tendo alinhado nos últimos anos pela Seleção de Sub-16, Sub-17 e Sub-18. Aliás Leonor Coelho encontra-se, atualmente, ao serviço da Seleção de Sub-17, que cumpre um estágio de Freixo de Espada à Cinta.

ANA RITA NOVAIS UMA PEÇA FUNDAMENTAL NA SUBIDA DE DIVISÃO

Ana Rita Novais, atleta d 27 anos natural de Famalicão, é um dos pilares da grande época que o SC Braga está a fazer no Campeonato Nacional da II Divisão.

A atleta, que começou no Voleibol com 15 anos, chegou ao SC Braga esta ano, juntamente com a equipa técnica liderada por Óscar Barros.

De referir que as duas atletas já faziam parte da pré-convocatória de 25 atletas que o selecionador nacional divulgou em março.

Leonor Coelho e Ana Rita Novais mantém-se no grupo, que em maior iniciam a preparação para os desafios que se aproximam.

AA José Moreira/FCP: Ana Couto, Joana Resende

Clube Kairos: Katia Oliveira

Leixões SC: Carina Moura, Eliana Durão, Gabriela Coelho

PV2014 – AV Col. Efanor: Maria Reis Lopes

SC Braga: Ana Rita Novais, Maria Leonor Coelho

Sporting CP: Aline Rodrigues, Amanda Cavalcanti, Bárbara Gomes, Daniela Loureiro

SL Benfica: Alice Clemente

GC Vilacondense: Margarida Maia

Tenaglia Altino Volley (ITA): Julia Kavalenka

USC Munster (GER): Marta Hurst

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS