BASQUETEBOL

Seleção Sub-16 femininos da ABVC aponta à subida de divisão

“O objetivo é claro, a subida de divisão”, foi assim que Francisco Alves, treinador da Seleção de Sub-16 femininos da Associação de Basquetebol de Viana do Castelo, começou por abordar a Festa do Basquetebol, que arranca este domingo em Albufeira.

Francisco Alves referiu que “desde o início que passamos essa mensagem e desejo ao grupo e elas aceitaram o desafio com motivação e vontade de o atingir, pois querem representar o distrito de Viana do Castelo da melhor maneira possível”.

Como correu a preparação para esta competição? “Infelizmente houve várias adversidades que impossibilitaram um maior número de treinos, no entanto senti que elas, cada uma da sua forma, mostraram dedicação e comprometimento em trabalhar, aprender e melhorar, e quando assim é, independentemente de um treinador querer sempre mais, só podemos estar contentes com o empenho delas”, disse aquele treinador.

Francisco Alves leva a Albufeira uma equipa composta por atletas de dois clubes… BC Limiense e CB Viana, o que acaba por facilitar a adaptação e a interação entre elas… “De um certo modo sim, apesar de que, como selecionador gostaria que não fosse assim, pois significava que haveria mais equipas e jogadoras capazes de melhorar a qualidade do grupo”.

A Seleção Sub-16 da ABVC inicia a Festa do Basquetebol com Guarda e Santarém… “não tenho a noção das jogadoras desta época que os nossos adversários vão levar, mas da experiência que tenho dos outros anos, a Associação de Santarém costuma ter equipas bastante competitivas”.

CONVOCADAS

BC Limiense: Adriana Ramos, Dânia Vieira, Inês Barbosa, Inês Cerqueira, Lara Ramos, Laura Muliar e Matilde Cerqueira.

CB Viana: Bárbara Liquito, Carolina Correia, Inês Felgueiras, Mafalda Pequeno e Maria Pequeno.

Treinadores: Francisco Alves e Bruna Fernandes.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS