NATAÇÃO

SC Braga e GDN Famalicão fortes na luta pela manutenção

SC Braga e GDN Famalicão terminam o primeiro dia do Campeonato Nacional de Clubes da 1.ª Divisão de Natação, que está a decorrer Complexo de Piscinas do Jamor, na zona de manutenção.

O SC Braga ocupa a sexta posição na classificação feminina, com um total de 290 pontos, estando a mais de 100 pontos do primeiro lugar da despromoção. Já em masculinos, a equipa bracarense ocupa a nona posição, com 258 pontos.

O GDN Famalicão entra para o último dia de provas com o sétimo lugar em masculinos, com 262 pontos, e o nono em femininos.

ANTÓNIO ROCHA: “A EQUIPA ESTÁ COM POSTURA E MOTIVAÇÃO”

O SC Braga parte para o segundo dia de provas com a ambição de assegurar a manutenção das duas equipas na 1.ª Divisão e nuns campeonatos marcados pelo número elevado de descidas – seis em 15 equipas participantes.

António Rocha, treinador do SC Braga, considera que neste primeiro dia “as meninas surpreenderam pela positiva”, enquanto “nos rapazes tivemos dois ou três resultados menos conseguidos. Não estão tão confortáveis como elas”, no entanto “ainda vamos a meio dos campeonatos e muito há ainda para conquistar”.

“A equipa está com a postura e motivação correta para uns campeonatos tão peculiares como estes e isso abona a favor para que tudo corre como esperado no último dia”, disse António Rocha, que salientou que “se assim for terá sido uma experiência incrível para quem esteve aqui pela primeira vez e uma sensação de dever cumprido no final do dia de amanhã”.

De salientar que na sessão da tarde, o SC Braga conquistou o primeiro lugar nos 100m Bruços por intermédio de Rafael Simões e Tamila Holub foi primeira nos 200m Livres, oq eu faz com que o SC Braga seja o terceiro classificado na Estatísticas de Medalhas, atrás de Benfica e Sporting.

PEDRO FAIA: “BALANÇO BASTANTE POSITIVO”

Pedro Faia, treinador do GDN Famalicão, sai do primeiro dia do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão satisfeito com os desempenhos dos nadadores e faz “um balanço bastante positivo e motivador para a segunda jornada”.

“Depois das excelentes prestações individuais e coletivas de hoje, estamos confiantes na força coletiva deste grupo”, disse, referindo que “com a união de todos estes nossos nadadores, acreditamos nas suas qualidades e na sua competência para conquistar o sucesso desejado”.

Pedro Faia refere que “a melhor forma de respeitar o adversário é tudo fazer para o vencer”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS