CICLISMO

Ciclistas minhotos em destaque na primeira etapa da Volta ao Alentejo

César Fonte, Iúri leitão, João Matias, Daniel Freitas e Pedro Silva estiveram em grande destaque na primeira etapa da Volta Alentejo, que ligou Vendas Novas a Sines, numa extensão de 176,7 quilómetros.

O primeiro ciclista minhoto a dar nas vistas foi César Fonte, o vianense da Kelly/Simoldes/UDO integrou a fuga que assumiu a corrida aos 40 quilómetros e venceu a Meta Volante de Santiago do Cacém, e pontuou nos Prémios de Montanha.

César Fonte cortou a meta no 73.º lugar, com o mesmo tempo do vencedor e com as bonificações ocupa o sétimo lugar da Classificação Geral, a sete segundos do camisola amarela, o venezuelano Orluis Aular (Caja Rural-Seguros RGA), que ganhou a etapa de hoje.

O ciclista de Vila Franca, Viana do Castelo, ocupa ainda a segunda posição, com os mesmos pontos do primeiro, na Geral de Montanha.

IÚRI LEITÃO SEGUNDO

Iúri Leitão, vianense da Caja Rural, também esteve em grande destaque ao terminar a etapa na segunda posição, atrás do seu colega de equipa.

Iúri Leitão é segundo na Classificação Geral, estando a quatro segundos do camisola amarela.

João Matias, barcelense que alinha na Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados, e que já tinha estado em destaque na Volta ao Algarve, voltou a estar em alta nesta primeira etapa da ‘Alentejana’. O ciclista barcelense esteve no sprint final, acabando por cortar a meta na quarta posição, atrás do seu colega de equipa, Leangel Linarez, que subiu ao pódio.

João Matias é ainda quarto na Geral por Pontos e ocupa a oitava posição na Classificação Geral, estando a 10s do camisola amarela.

Daniel Freitas, famalicense da Rádio Popular/Paredes/Boavista, terminou a primeira etapa na quinta posição, ocupando o nono lugar na Classificação Geral e o quinto na Geral por Pontos.

PEDRO SILVA O MELHOR SUB-23 DA ETAPA

Pedro Silva, ciclista de Barcelos da Glassdrive/Q8/Anicolor, também realizou uma primeira etapa de muito bom nível. O ciclista barcelense – Campeão Nacional de Fundo em Juniores em 2019 – foi o primeiro Sub-23 a cortar a meta, no 22.º lugar.

Pedro Silva ocupa o 26.º lugar da Classificação Geral, a 10s do camisola amarela, e ocupa a segunda posição na Geral da Juventude, a seis segundos de Rodrigo Caixas. O barcelense parte amanhã com a Camisola Branca envergada, já que Caixas tem a camisola vermelha.

Quanto aos restantes ciclistas minhotos, de salientar o 30.º lugar de José Gonçalves (W52/FC Porto), enquanto José Mendes (Aviludo/Louletano/Loulé Concelho) foi 51.º, Hélder Gonçalves (Kelly) terminou em 53.º e Rui Rodrigues (Aviludo) fez 62.º lugar.

Tiago Machado (Rádio Popular) concluiu a primeira etapa no 68.º, Daniel Dias (Kelly) em 77.º e João Benta (EFAPEL Cycling) em 80.º. Pedro Miguel Lopes (Rádio Popular) cortou a meta no 115.º lugar, a 1.22m do vencedor.

Esta quinta-feira disputa-se mais uma etapa propícia aos spritens, que vai ligar Beja a Portel ao longo de 187,7 quilómetros.

JOÃO MATIAS: “FOI UMA BOA ENTRADA”

João Matias voltou a mostrar esta quarta-feira que está em boa forma. O ciclista barcelense fez quarto lugar e assegurou que teve boas sensações…

“Foi uma boa entrada nesta Volta ao Alentejo. Acima de tudo tive boas sensações, que é o que me deixa mais feliz”, começou por afirmar João Matias.

O ciclista barcelense salientou que “claro que trabalhamos para a vitória e hoje estivemos perto. O objetivo era ganhar com o Leangel Linarez e eu defendê-lo na chegada. A ideia era lançá-lo para o sprint. Consegui estar na frente quando tinha que estar, mas não foi possível o Leangel estar na minha roda, porque teve uma situação nos últimos metros, e isso foi a chave para ele não ter conseguido vencer hoje”.

Afirmando que “ele era o mais forte” para a luta final, João Matias refere que “estamos de consciência tranquila com o trabalho que fizemos. A Caja Rural está de parabéns, fez primeiro e segundo, e nós fizemos terceiro e quatro. Estamos felizes pelas sensações e sabemos que temos um bom grupo para trabalhar e lutar pela vitória nos próximos dias”.

CÉSAR FONTE: “FOI UM DIA POSITIVO”

César Fonte, em declarações à página do clube, referiu que “foi um dia positivo” e salientou que “a equipa tentou estar presente nas fugas e eu conseguir estar na fuga do dia e estar na luta pela Classificação da Montanha. Não conseguir vestir a camisola, porque ficamos com os mesmos pontos. Bonifiquei também nas metas volantes”.

César Fonte garante que sai satisfeito deste primeiro dia da Volta ao Alentejo e refere que “amanhã vamos tentar estar na discussão da etapa e da Camisola da Montanha”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS