CICLISMO

João Cruz (AXPO) domina em Sub-23 Ciclocrosse de Abrantes

João Cruz, ciclista de Viana do Castelo que alinha na AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde, foi o grande vencedor em Sub-23 da primeira prova da Taça de Portugal de Ciclocrosse, que se realizou este domingo em Abrantes.

O ciclista vianense, que subiu este ano ao escalão de Sub-23, fez o percurso em 1:04:36 horas, deixando o seu mais direto perseguidor, João Silva (Guilhabreu BTT) a cerca de três minutos. Julian Espinoza, do Bicicletas Rodriguez Extremadura, foi terceiro.

Na classificação geral de Elites, João Cruz concluiu a prova no quinto lugar, a um minuto do vencedor e a cerca de 30s do pódio.

JOÃO CRUZ: “FOI UM BOM ARRANQUE DE ÉPOCA”

João Cruz mostrou-se satisfeito com o resultado obtido este domingo, naquela que foi a sua primeira competição em Sub-23…

“O meu arranque da época de Ciclocrosse 2021/2022 começou em grande, com uma vitória na minha primeira corrida como Sub-23”, disse o ciclista de Viana do Castelo, que salientou que “não estou com grandes objetivos para esta época de Ciclocrosse, uma vez que estou a priorizar o meu treino de pré-época para a próxima temporada de BTT 2022”.

Afirmando que “estou a divertir-me bastante nesta modalidade”, João Cruz garante que, tal como sempre fez, “vou entrar em todas as corridas com o objetivo de dar o meu melhor e, claro, de vencer, não só em Sub-23, mas disputar os lugares da frente na geral de Elites”.

No próximo domingo realiza-se a segunda prova da Taça de Portugal em Melgaço, que coincide também com as decisões dos títulos do Campeonato do Minho e João Cruz salienta que “na próxima corrida da Taça de Portugal em Melgaço vou lutar pelo melhor resultado possível na geral da corrida. Correr no Minho, sempre que posso, é um prazer, quer por ser a minha região, quer pela forma como sempre fui recebido e acarinhado. Ser Campeão do Minho é sem dúvida um dos objetivos”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS