BASQUETEBOL

Susana Carvalheira e o jogo com a Estónia: “é uma final que tem de ser ganha”.

“Estamos confiantes e conscientes do quão duro vai ser. É uma final que tem de ser ganha”, foi assim que Susana Carvalheira começou por abordar o jogo de amanhã entre Portugal e a Estónia de qualificação para o Women’s EuroBasket 2023.

O jogo com a Estónia, o primeiro dos dois desta janela de qualificação, está marcado para as 18.30 horas e realiza-se no CDC Matosinhos.

Susana Carvalheira, basquetebolista de Braga que alinha da AD Vagos e que está integrada na Seleção Nacional, garante que “estamos a encarar este jogo e esta fase de qualificação com um grande entusiasmo. Temos trabalhado ao longo destes dias para o grande jogo de amanhã”.

“PREPARADAS PARA O DESAFIO”

A atleta bracarense sente que “estamos preparadas para o desafio” e adiantou que “claro que há aquela pressão da vitória, mas isso só nos faz manter focadas no objetivo, que é ganhar o jogo”.

Quanto ao adversário, Susana Carvalheira referiu que “é uma equipa dura e física. Gostam de chegar ao ataque e não pensam duas vezes em lançar de três se estiverem sozinhas. Toda a gente lança de três, e, particularmente, os postes não gostam de ganhar posições de costas para o cesto, preferem jogar de frente. A equipa como um todo é muito vertical com a mão direita”.

Apesar de esperar dificuldades, a atleta bracarense mostra-se confiante: “estamos muito confiantes. Acreditamos no nosso trabalho e que amanhã isso se fará refletir no jogo”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS