HÓQUEI EM PATINS

João Pedro Russo luta pelo sonho de “ser profissional pelo Óquei de Barcelos”

João Pedro Russo é uma das grandes promessas do Óquei Clube de Barcelos. O atleta, de 17 anos, reparte-se entre a equipa B e os Sub-19, com o sonho sempre presente “de um dia ser profissional do Óquei de Barcelos”.

“O meu sonho é ser jogador profissional do Óquei Clube de Barcelos”, garante João Pedro Russo, que tem aproveitado todas as oportunidades “para evoluir e crescer neste desporto”.

Este ano o jogador barcelense tem-se repartido entre a equipa B, que compete no Campeonato Nacional da III Divisão, e os Sub-19, que jogam na AP Porto.

“Tem sido uma experiência gratificante. São dois campeonatos puxados, em que é preciso dar o nosso melhor para chegarmos à vitória”, disse João Pedro Russo.

“DESGASTANTE… MAS TENHO EVOLUIDO MUITO”

Afirmando que “tem sido um pouco desgastante porque temos treinos quase todos os dias e jogos ao sábado e aos domingos”, João Pedro Russo salientou que “tenho evoluído muito. Ganhamos muita experiência ao jogar com jogadores mais velhos”.

Interrogado sobre qual o escalão em que prefere jogar, o jogador barcelense referiu que “não tenho muita preferência. Gosto de jogar nos dois, aprendi bastante em ambos e é um pouco indiferente pois a equipa é, praticamente, a mesma nos dois escalões”.

João Pedro Russo faz um balanço positivo deste início de época: “as coisas têm corrido bem” e adiantou: “temos trabalhado arduamente para estarmos física e psicologicamente preparados para os jogos”, mas “o facto de termos competição já nos dá mais motivação e vontade para trabalhar”.

AS MARCAS DA PANDEMIA

Este regresso à ‘normalidade’ tem demonstrado, no entanto, as marcas deixadas pela pandemia… “o facto de não termos tido competição durante algum tempo leva-nos a cometer erros que não cometíamos antes da pandemia. Influencia-nos em todos os sentidos, mas tanto individualmente como coletivamente… temos de reaprender muitas coisas”.

Quanto a objetivos para a nova época, o jogador de 17 anos referiu que “o grande objetivo é conseguirmos chegar o mais longe possível em termos de equipa. Individualmente o meu objetivo é ajudar a equipa a atingir essas metas” e salientou que “o mais importante é enquanto equipa e depois o individual vem por acréscimo”.

“UM SENTIMENTO QUE FICA PARA A VIDA”

João Pedro Russo estreou-se na equipa Sénior do Óquei de Barcelos muito novo – tinha então 16 anos – e lembra que “é um sentimento que vai ficar para a vida”, mas salienta que “o facto de já ter jogado na equipa principal não pesa no meu futuro. Não é isso que me faz jogador. O meu foco é sempre trabalhar e evoluir para um dia jogar na equipa principal do Óquei de Barcelos”.

A parte do Hóquei em Patins, João Pedro Russo reparta-se entre os estudos e um parte-time… “Tem sido um pouco difícil conciliar tudo: Hóquei, estudos e o trabalho. Tenho de ser muito rigoroso com os horários”, mas tenho conseguido conciliar. O Hóquei em Patins é o foco. O trabalho e a escola ficam mais para segundo plano”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS