CANOAGEM

Tomás Sousa (CNP Lima) aponta ao pódio no seu ano de estreia no Mundial

“O meu maior objetivo é, sem dúvida, ver a bandeira a ser hasteada e ouvir o Hino Nacional”, disse Tomás Sousa, canoísta do Clube Náutico de Ponte de Lima que esta quinta-feira se estreia no Campeonato do Mundo de Maratonas, prova que decorre até domingo em Pitesti, na Roménia.

Tomás Sousa é dos primeiros canoístas portugueses a entrar em ação na Roménia: vai para a água às 12.35h para competir em C1 Júnior naquela que é a sua segunda competição internacional… “esta é a minha estreia num Campeonato do Mundo e vai ser a minha segunda experiência internacional, a primeira foi o Europeu de Maratona que decorreu em Moscovo”.

Na estreia Tomás Sousa conquistou a medalha de bronze… “esse resultado deixa-me mais confiante das minhas capacidades, apesar do nível do Mundial ser superior ao do Europeu”.

“VAI SER UMA PROVA ÁRDUA…SINTO-ME PREPARADO E CONFIANTE”

Como estás a encarar esta prova? “Vai ser uma prova árdua e concorrida, mas sinto-me preparado e confiante de que vou ter uma boa prestação”, disse o canoísta limiano, que considera que “a preparação correu muito bem” e adiantou: “foram semanas de treino intenso e dedicação para alcançar um bom resultado neste Mundial”.

O canoísta de Ponte de Lima já se encontra há uns dias na Roménia e confessa que gosta do local da prova… “já treinei no local onde vai decorrer a prova. As águas são, praticamente, paradas, o que é bom, é um local agradável”.

“SEM PRESSÕES, NEM NERVOSISMO”

A poucas horas da entrada no seu primeiro Campeonato do Mundo, Tomás Sousa garante que se sente tranquilo: “estou a encarar a prova sem pressões, nem nervosismo e confiar em todo o trabalho que foi feito para esta competição”.

JOSÉ RAMALHO DISPUTA SHORT RACE

Para além de Tomás Sousa, Portugal entra em ação esta quinta-feira com José Ramalho, canoísta do CN Prado, que vai participar nas eliminatórias de K1 da Maratona Curta (Short Race), que se realiza às 10.15h. A final está marcada para as 15.30 horas.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS