VOLEIBOL

AD Esposende em destaque no Torneio de Abertura de Minis A

A Associação Desportiva de Esposende foi a grande protagonista do Torneio de Abertura de Minis A da Associação de Voleibol de Braga, que se realizou domingo de manhã no pavilhão do Colégio JP II.

O conjunto de Esposende apresentou-se com quatro equipas e venceu o primeiro torneio da época de Minis A. Presente estiveram ainda SC Braga e Colégio JP II.

Rui Pedro Ribeiro, responsável da secção de Voleibol da AD Esposende, lembrou que esta foi a segunda participação do clube nos Torneios de Minis A, mas “esta terá sido a nossa maior comitiva de sempre”, estando o clube a tentar agora preparar-se “para participar no próximo Encontro com uma equipa de Minis B”.

“ATLETAS BASTANTE ENTUSIASMADAS E MOTIVADAS”

A reação das meninas quer à competição, quer aos treinos não podia ser melhor… “as atletas estão bastante entusiasmadas e motivadas, apesar de ser um desporto de elevado grau de dificuldade. Neste momento treinamos na praia o que torna a execução ainda mais difícil, mas o feedback tanto das atletas como dos seus encarregados é bastante positivo”.

“CRIAR UM CLUBE SUSTENTANDO NA FORMAÇÃO”

Rui Pedro Ribeiro referiu que “desde que iniciamos com o projeto ADE Voleibol, que temos feito um esforço no sentido de criar um clube sustentado na Formação. Mas a falta de tradição voleibolista do concelho torna difícil a captação de atletas em idade Minis. Outras das dificuldades que temos é em fazer a captação das atletas já em idades avançadas… o que nos coloca num patamar competitivo mais fraco!”.

Rui Pedro Ribeiro salientou que “o nosso trabalho na Formação tem consistido muita na redução desse ‘gap’ que existe entre as nossas equipas perante adversárias com mais experiência na modalidade. Acontece que os resultados, por vezes, tornam-se desencorajadores e levam a alguma desmotivação, o que pode levar à desistência de atletas e à deserção de outras que procuram equipas que possam dar mais garantias de sucesso!”.

QUATRO ATLETAS NA EQUIPA DE INICIADAS

Seja como for “desde o dia um da ADE, que avançamos com Minivolei” e este ano “temos pela primeira vez a competir o produto da nossa Escolinha de Minivolei na equipa de Iniciadas. Para já são apenas quatro as atletas do escalão que passaram pelo Minivolei!, mas já é um passo”.

Este ano a ADE Voleibol fez uma nova aposta: reforçou a equipa de treinadores e mantém uma estreita articulação com o Agrupamento de Escolas e o número de atletas na equipa de Minis tem crescido.

AMÉLIA MARTINS REFORÇA EQUIPA TÉCNICA

“Este ano conseguimos reforçar a nossa equipa de treinadores com a professora Amélia Martins, que é uma das figuras incontornáveis do desporto em Esposende. Praticou vários desportos, foi treinadora de várias modalidades e veio enriquecer imenso a nossa equipa técnica”, disse Rui Pedro Ribeiro, que adiantou que “esse reforço, aliado à estreita articulação com as professoras do centro escolar e do Agrupamento de Esposende, temos conseguido captar um número assinalável de atletas muito interessante”.

“No futuro tentaremos colocar algumas atletas de Juvenis/Juniores a colaborar com a professora Amélia. É um dos conceitos fundamentais que queremos implementar, que as nossas atletas aprendam e a melhor forma de aprender… é ensinar! Desta forma levamos também as nossas jovens atletas a conhecer um pouco melhor a função de treinador”.

A ADE conta, neste momento, com o grupo de 20 atletas na Minivolei… “o que nos começa a colocar perante a velha dificuldade…o espaço para treinar. Também o intervalo de idades é considerável, o que limita imenso a qualidade do treino quando reduzidos a um terço de pavilhão”

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS