ATLETISMO

Vila Verde a Correr retoma corridas das terças-feiras

A Associação Vila Verde a Correr leva para a estrada a sua quarta corrida pós-confinamento já na próxima terça-feira, a partir das 20.30 horas.

Pela frente os adeptos do atletismo têm um percurso de oito a 10 quilómetros pelas ruas de Vila Verde.

Pedro Pinheiro, da Associação Vila Verde a Correr, referiu que “já fizemos três corridas, depois do fim do confinamento, que correram bem. As pessoas têm aderido e aos poucos vamos notando que aparecem mais”.

VILA VERDE A CORRER QUER “PESSOAS A PRATICAR DESPORTO”

A Associação Vila Verde a Correr já conta com cerca de 200 corridas organizadas ao longos dos quatro anos e sempre com o mesmo objetivo: “levar as pessoas a praticar desporto, a mexer-se, a adquirir hábitos saudáveis e a abandonar o sedentarismo”.

A partir daí: “cada um define os seus próprios objetivos. Temos pessoas que já entram em trail’s e outro tipo de provas, como temos pessoas que participam nas Corridas das terças-feiras para se manterem em forma ou emagrecer”.

Atualmente, a Associação Vila Verde a Correr conta com cerca de 50 sócios pagantes, mas “as corridas das terças-feiras são gratuitas e abertas a todos. Até já tivemos a presença de atletas de outras zonas”.

As corridas das terças-feiras arrancam às 20.30 horas no posto de turismo e o percurso é escolhido na hora.

Pedro Pinheiro lembra que “já tivemos cerca de 70 atletas a participar nestas corridas semanais, agora, e depois do aparecimento da pandemia, temos cerca de 20, mas acredito que com o passar do tempo os atletas vão aparecer”.

ATLETAS PRESENTES NO TRAIL PENEDA-GERÊS

A Associação Vila Verde a Correr tem, entretanto, prevista a participação no Grande Trail Peneda-Gerês, que se realiza a cinco de junho. Pedro Pinheiro confirmou que “vamos levar quatro atletas à prova dos 55km e oito ao Trail de 27 km”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS