NATAÇÃO

AD Fafe “satisfeita” por regressar à competição

A Associação Desportiva de Fafe participou no fim de semana no Torneio Regional de Cadetes A-B da Associação Natação Norte de Portugal e no final ficou “a satisfação por regressar à competição”, como explicou Miguel Mota, treinador da equipa.

“Há mais de ano e meio que estes atletas não sentiam as emoções próprias que só uma competição proporciona”, disse Miguel Mota, que para esta prova levou 14 nadadores: “ansiosos para poderem fazer o que mais gostam, nadar”.

Quanto a objetivos Miguel Mota referiu que “os objetivos eram claros, voltar a competir sem olhar aos resultados e classificações, pois nunca nos podemos esquecer da época passada que foi quase totalmente perdida e o regresso em setembro, que era cheio de esperança para um ano totalmente diferente, rapidamente se transformou num pesadelo com vários confinamentos a varrer grande parte da equipa, instalações encerradas, calendário competitivo cancelado e meses de isolamento”.

“O tempo para preparar a prova foi curto – para se ter uma melhor noção, dois dos nadadores tiveram apenas um dia de treino antes de competir”, referiu Miguel Mota, que adiantou que “foi com estas condicionantes que estes nadadores aceitaram o desafio e nadaram as suas cinco provas. O espírito e a garra que normalmente caraterizam esta equipa esteve sempre presente. No final estavam satisfeitos pelo regresso à competição e com muito mais vontade de recuperar o tempo perdido”.

Miguel Mota salientou a organização da prova: “a Associação de Natação do Norte de Portugal (ANNP) tomou conta do evento e organizou-o de uma forma exemplar. Entrada na piscina só com credenciais e medição de temperatura, local isolado para cada equipa na bancada, uso obrigatório da máscara até ao momento da partida, separação dos escalões de manhã e de tarde, sem público a assistir, transmissão em direto de todo o evento, estes são muitos dos exemplos implementados pela ANNP para o regresso tão aguardado por todos”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS