CICLISMO

Rui Rego: “é um prazer representar esta equipa que me acolheu de braços abertos”

“É um prazer representar esta equipa que me acolheu de braços abertos” foi assim que Rui Rego, ciclista da Zona de Monção, se referiu ao seu ingresso no Bombos S. Sebastião/MonçãoBike para a época 2021.

O ciclista de 18 anos representou até ao momento equipas espanholas – o Avanza, onde fez escola em XCO, e mais recentemente no Rías Baixas, em Estrada – e vai-se estrear a ‘vestir’ as cores do Bombos S. Sebastião, equipa de BTT que vai apostar em XCO e XCM.

Aliás, Rui Rego salienta que a passagem pelo BTT serve “para começar a ganhar ritmo de competição face à temporada de Estrada”.

O ciclista de Monção fez a sua formação em XCO e “só mais tarde comecei a correr na Estrada, mas é uma disciplina que me cativou muito” e que pretende seguir. No entanto, a entrada na universidade impede-o de estar totalmente disponível para integrar o pelotão de Sub-23…

“A entrada na universidade não me permite as horas de treino necessárias para a entrada no pelotão Sub-23/Elite. Foi me dada a oportunidade de correr BTT, que eu também adoro. Vou aproveitar e preparar o verão e a segunda parte da época, onde poderei mostrar do que sou capaz na estrada”, disse Rui Rego.

“FICO COM OS BONS MOMENTOS COM A EQUIPA VIGO RÍAS BAIXAS”

Sobre a época que terminou, Rui Rego guarda a união da equipa… “Foi um ano atípico aquele que poderia ser um dos meus melhores anos em termos de resultados, visto que era o meu último ano em Júnior. Fico com os bons momentos com a equipa Vigo Rías Baixas, mostramos ser uma equipa unida e capaz de grandes resultados”.

Rui Rego esteve presente no Campeonato Nacional de Contrarrelógio, uma experiência que, diz, aproveitou ao máximo. “Foi uma oportunidade que tive e tentei aproveitar ao máximo…no entanto, não foi bem gerido. No primeiro intermédio rodava com o mesmo tempo do Top10, mas nos últimos quilómetros as pernas não aguentaram o ritmo. Ficou a experiência”.

Rui Rego começou a fazer Estrada há apenas dois anos, depois da Escola em BTT, mas garante que “gosto muito de BTT, mas prefiro a Estrada”.

AMBIÇÕES NO CICLISMO? “VOU ATÉ ONDE ELE ME LEVAR”

Até onde gostavas de chegar no Ciclismo? “Eu sou uma pessoa muito ativa e não sou capaz de passar dois dias sem fazer desporto. Eu vou sempre correr enquanto tiver esta adrenalina e emoção da competição. Não pretendo viver do ciclismo, mas não o pretendo largar” disse Rui Rego, que adiantou que “vou até onde ele me levar”.

O ciclista de Monção lembra que entrou no Ciclismo por influências familiares: “penso que foi influência do meu pai e padrinho que também praticam Ciclismo. Começou com uns passeios e a paixão começou a crescer”. Daí a integrar uma equipa foi um pequeno passo e Rui Rego começou a fazer a Formação na Avanza… “era a equipa que ficava mais perto de onde eu morava e, ao mesmo tempo, porque creio que Espanha está mais evoluída a nível de Escolas de Ciclismo”.

ENTRE OS TREINOS E CURSO DE ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL

Rui Rego já retomou os treinos de preparação para a nova época: “estou muito motivado para dar o meu melhor esta época”, disse enquanto se adapta à nova realidade dos estudos, pois entrou em Engenharia e Gestão Industrial na Universidade do Minho, polo de Guimarães… “estou a gostar bastante, é um curso muito completo com que me tenho identificado. É um nível de exigência muito superior ao que estava habituado, mas vai compensar”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS